0
0
0
s2smodern

Em vigor desde o início do mês passado, a rota doméstica mais longa da Azul, que liga Recife a Manaus, já teve 4.500 assentos ofertados e 52 voos realizados. O primeiro mês de operação entre as cidades também registrou recorde em pontualidade: 92% dos voos da companhia partiram em até 15 minutos do horário previsto, tendo como base a cidade pernambucana. Nunca antes operadas pela aviação comercial, as frequências entre as capitais do Amazonas e de Pernambuco alimentam a malha aérea da Azul e estimulam a demanda em um mercado recente, promovendo o acesso de mais pessoas ao modal aéreo.

Distantes 2800km, Recife e Manaus passaram a ser servidas com frequências diretas e regulares em todos os dias da semana, com exceção dos sábados. Desde então, pouco mais de quatro mil clientes viajaram entre as cidades, a bordo das aeronaves Airbus A320neo, que tem capacidade para até 174 assentos. Em uma viagem de duração aproximada de quatro horas, os Clientes da Azul no Norte do país contam com conexões convenientes para chegar a todas as capitais do Nordeste a partir do Recife.

Com uma média de 50 voos por dia, Recife é o terceiro maior centro de conexões da Azul no país. A capital pernambucana conta com voos diretos da companhia para 28 destinos, sendo quatro deles internacionais, Rosário e Córdoba, na Argentina, e Orlando e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos.

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores