A agência de viagens Viajanet preparou uma lista com sete lugares no Brasil que merecem atenção especial, por abrigarem grandes coleções de artes contemporânea nacionais e internacionais. Os espaços culturais vão do Norte ao Sul do país, com destaque para os estados da região Sudeste, principalmente Rio de Janeiro e São Paulo.

A lista se inicia com o Teatro Amazonas, localizado no coração de Manaus. Inaugurado em 1896, ele conta com 701 lugares e três pavimentos de camarotes. Suas colunas foram feitas em ferro francês e as pinturas que decoram o teatro retratam a fauna e a flora amazônicas. No teto está pintada a imagem da Glorificação das Belas Artes na Amazônia, onde musas descem das alturas sobre a floresta.

A cidade de Brasília carrega o berço da arquitetura moderna e vanguarda. Projetada por Oscar Niemeyer e Lucio Costa, ela foi fundada em 1960, para ser a nova capital do país. Entusiastas da arquitetura podem se maravilhar com o Congresso Nacional, a Catedral Metropolitana e o Palácio do Planalto, além do seu projeto parecer, ao olhar do alto, um pássaro ou avião.

Outra construção de Oscar Niemeyer a Igreja de São Francisco de Assis, em Minas Gerais, é um dos quatro prédios que compõem o complexo da Pampulha, que inclui salão de dança, um museu de arte e um clube de tênis. No seu interior está um mural modernista, criado pelo pintor Candido Portinari. Ainda em Minas Gerais, o Instituto Inhotim, considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina, é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil. Ele fica em Brumadinho, cidade com 38 mil habitantes, e está a apenas 60 quilômetros de Belo Horizonte.

Em São Paulo, os viajantes podem se desfrutar do Museu de Arte Assis Chateaubriand. Projetado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, ele está no coração da Avenida Paulista desde 7 de novembro de 1968, e abriga um acervo de pinturas de artistas brasileiros e europeus. E para quem gosta de esculturas, desenhos e obras de arte, a boa é visitar a Pinacoteca do Estado, museu mais antigo da cidade.

Finalizando, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, outra obra de Oscar Niemeyer é uma ótima pedida no Rio de Janeiro. Localizado de frente para a Baía de Guanabara, sua estrutura de concreto armado em forma de cálice tornou-se um dos marcos do trabalho do renomado arquiteto.