Pin It

Fazer uma viagem de intercâmbio é enriquecedor e divertido, o estudante volta cheio de experiências tanto profissionais, quanto pessoais. Antes da jornada começar é importante que você fique atento a alguns fatores que nem sempre são levados em conta, mas que fazem toda diferença na hora de planejar estudar fora. Um dos mais importantes é a questão financeira. Para isso, a Câmbio Store, marketplace de moedas estrangeiras, separou algumas dicas para economizar na viagem de intercâmbio:

Defina o valor que você precisará para cada etapa da viagem

Colocar todos os gastos no papel é o primeiro passo para economizar com a viagem de intercâmbio, assim, você define o quanto poderá gastar com passeios, compras, alimentação e estadia. Deixe claro o quanto levará em espécie, em cartão-pré pago e deixe uma quantia reservada em conta corrente caso precise realizar alguma remessa para arcar com custos emergenciais. É importante deixar pré-estabelecido uma quantia considerável para os imprevistos, nunca se sabe o que pode acontecer.

Compre moeda estrangeira com antecedência

Definindo a quantia necessária, é hora de começar a juntar o montante do dinheiro. Grande parte dos estudantes deixam para comprar moeda estrangeira em cima da hora, nesse caso, existe a compra parcelada, que possibilita pagar o câmbio em até 12 vezes no cartão de crédito. Mas o aconselhável é comprar de forma fracionada, comece por 50, 100 até conseguir juntar o montante necessário para todas as despesas.

Pesquise nas plataformas de comparações de preços 

Hoje em dia existem plataformas de comparações de preços para diversos fins. Antes de fechar o intercâmbio, use e abuse dessas plataformas. Principalmente as de compras de moeda estrangeira, como a Câmbio Store, por exemplo, que oferecem as melhores cotações das casas de câmbio. Realize a pesquisa de preços das passagens, pacotes de intercâmbio e hospedagens, também nas plataformas, pois algumas disponibilizam promoções relâmpagos. 

Escolha planos de intercâmbio que oferecem hospedagem no pacote

Das diversas opções de cursos de intercâmbio, escolha aquela que ofereça hospedagem no pacote. Assim, você economiza e não precisa procurar por fora. Os custos com hospedagem costumam ser altos dependendo do tempo em que ficará no exterior, por isso, escolher instituições que já oferecem no pacote, pode lhe render uma economia de até 15%.

Use o transporte público para ir ao curso e passeios

Alugar um carro, se você já é um motorista, ou usar aplicativos de transporte, não é uma opção econômica para o dia a dia. Utilize o transporte público. Deixe uma quantia da moeda em espécie reservada para esse fim. Se preferir, pode verificar se o plano de intercâmbio contratado, possui transporte escolar incluso. 

Evite utilizar o cartão de crédito no exterior

Um dos erros mais comuns nas viagens internacionais é utilizar o cartão de crédito no exterior, o que vale também para o intercâmbio. O cartão de crédito deve ser evitado, isso por que as taxas de IOF (Imposto sobre Operação Financeira) podem custar mais de 5% sobre a compra realizada. Sendo assim, passar as compras no crédito, não é uma opção econômica, além disso, o custo é da cotação do dia, e se o câmbio estiver nas alturas, o estudante terá uma surpresa no fechamento da fatura. 

O mais recomendado para arcar com todas as despesas na viagem de intercâmbio é utilizar a moeda em espécie ou cartão pré-pago.

Quando o cartão de crédito é recomendável? 

O estudante pode usar o cartão de crédito para fechar o plano de intercâmbio no Brasil, pois a maioria das instituições parcelam. Ele também pode utilizar para parcelar a compra de moeda estrangeira, caso não consiga comprar o montante com antecedência. O cartão no exterior só servirá para comprovar renda na imigração ou para algo extra emergencial (considere reservar algo em espécie para essa opção). 

Por fim, planejamento e pesquisa são essenciais! 

Uma viagem de intercâmbio deve ser bem planejada, por isso,o estudante deve pesquisar muito antes de fechar qualquer coisa, além disso, um planejamento de tudo deve ser feito, qual o melhor destino, preços, pacotes, passeios, gastos e etc. Dessa forma, a viagem de intercâmbio será aproveitada da melhor maneira possível e sem pesar no bolso depois.