Centenas de turistas acompanharam o som do toque das caixeiras em homenagem ao Espírito Santo Terminou no último domingo a tradicional festa do Divino Espírito Santo, realizada no município turístico de Alcântara, distante 30 km de São Luís (MA). Na principal praça da cidade, a Praça da Matriz, centenas de turistas acompanharam o som do toque das caixeiras em homenagem ao Espírito Santo.

Empresária de São Paulo, Virna Salmont, revela emoção ao participar pelo primeiro ano da festa, “já haviam me falado da festa e de toda questão mística que ela apresenta, porém experimentar essa sensação é realmente incrível. Vou me programar para voltar ano que vem”, fala a empresária.

Já o professor e historiador, João Campos Melo de Recife, disse nunca ter acompanhado ritos tão ricos e vibrantes como o toque das caixeiras, “Já acompanhei diversas festas pelo país, mas  como essa nunca vi. Elas são muito precisas nos toques e a sonoridade expressa o louvor ao santo”, explica.

A beleza foi conferida de perto também pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira, e pelo secretário de Turismo do Maranhão, Jura Filho que além de participarem de todos os atos da festa verificaram obras em andamento no município.

“Todos os anos participo efetivamente do festejo em honra ao Divino Espírito Santo, gosto de acompanhar os rituais que envolvem a festa e acompanho os cortejos pelas ruas de Alcântara”, revela Gastão Vieira.

Já Jura Filho considera a festa única e acredita ser difícil encontrar outra manifestação com igual riqueza de detalhes como a festa de Alcântara, “O município guarda com muito zelo o sentido da festa e por isso quem participa do festejo sente a tradição vivenciada nas ruas da cidade”, comenta.

Depois de acompanhar cortejos com mordomos e vassalos, ladainhas, cantos e orações ao Divino Espírito Santo, os gestores também cumpriram agenda de visita às obras em andamento no município. Em companhia do Prefeito de Alcântara, Raimundo Soares, eles visitaram obras no Complexo Poliesportivo Joaquim Facury Ferreira, composto por uma quadra, campo de futebol com arquibancada e uma quadra de areia e a conclusão da Unidade de Educação Básica Inácio de Viveiros Raposo com capacidade para 250 alunos.

Siga-nos