Os voos da British Airways contarão a bordo com a participação de dez artistas famosos e queridos no Reino Unido e no mundo. Mas, engana-se quem pensa que as personalidades estarão sentadas na poltrona ao lado. A partir de setembro, Rowan Atkinson, o eterno “Mr. Bean”; Ian McKellen, o famoso Gandalf em “O Senhor dos Anéis”; Chiwetel Ejiofor, de “Doutor Estranho” e protagonista de “12 Anos de Escravidão”; Thandie Newton, de “À Procura da Felicidade” e “2012”; Gillian Anderson, estrela de “Arquivo X”; Warwick Davis, de “Star Wars”, “Willow” e “Harry Potter”; Gordon Ramsay, chef britânico; Rob Brydon, de “Would I Lie to You?” e “Jogos e Trapaças e Dois Canos Fumegantes”; Jim Broadbent, de “Harry Potter”, “Gangues de Nova York” e “A Viagem”; Asim Chaudhry, de “People Just Do Nothing”; e a cantora e compositora Jess Glynne serão os protagonistas do novo vídeo de segurança da companhia aérea.
No filme, que retrata o melhor do humor inglês, as personalidades simulam uma audição, dirigida por Asim Chaudhry interpretando Chabuddy G, personagem do “People Just Do Nothing”, enquanto informam de uma forma interessante e engraçada as instruções e os procedimentos que devem ser adotados a bordo. Segundo Alex Cruz, presidente e CEO da British Airways, "é importante que os clientes assistam ao vídeo com as recomendações de segurança, por isso escolhemos algumas das personalidades mais conhecidas do país para prender a atenção do passageiro e fazer isso de forma divertida”. A campanha conta também com dois vídeo já disponíveis no Youtube que mostram os bastidores da gravação e também uma versão especial do diretor.
Além das orientações de segurança, o filme incentiva a doação de fundos para o projeto social global da companhia aérea, o “Flying Start”, em parceria com a Comic Relief. "Trabalhamos em parceria com a Comic Relief desde 2010 e nossos clientes já nos ajudaram a levantar 16,5 milhões de libras direcionadas para causas sociais. Esperamos que esta peça audiovisual nos ajude a ultrapassar o objetivo atual, que é atingir os 20 milhões de libras até 2020. "