A Gestour Brasil promoveu na última terça-feira (8), um webnário especial para todos os interessados em se integrar à plataforma Gestour eMarketplace. O evento, realizado via web, foi destinado para quem já atua ou deseja empreender no setor e pretende comercializar e divulgar o seu negócio na internet de forma gratuita.

O encontro virtual contou com a participação do cofundador e CEO da Gestour Brasil, Vadis Luiz da Silva; Bruno Omori, presidente de Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-SP); Ana Carolina Chaves, empreendedora digital licenciada exclusiva do município de Teresópolis (RJ); e Moacyr Júnior, empreendedor digital licenciado exclusivo do município de Ilhéus (BA).

O CEO da Gestour Brasil detalhou aos participantes os benefícios da plataforma e como funciona o eMarketplace do Turismo Nacional, assim como a campanha de divulgação promovida pela companhia em todo o País. Silva falou sobre o lançamento do quarto vídeo disponível em http://euquero.gestour.com.br/operacao-2015, com todas as informações da oportunidade, que pode ser assistido a qualquer momento via web.

Atualmente, podem se beneficiar da plataforma, três grupos de players da cadeia do turismo. O primeiro deles são todas as empresas dos seguintes segmentos: agências de viagens, operadoras turísticas, meios de hospedagens, parques de diversões, parques aquáticos e organizadores de eventos. O segundo são os destinos (cidades, circuitos e rotas, regiões turísticas, microrregiões, estados e macrorregiões). E o terceiro grupo são os do terceiro setor, ou seja, entidades empresariais representantes de todos os segmentos do turismo, Instâncias de Governanças Regionais (IGRs), entidades com fins filantrópicos, entidades ou organizações de outros setores da economia e veículos de comunicação.

Ao se cadastrar o empreendedor ativa um portal de negócios e amplia a possibilidade de comercialização de produtos e serviços, tornando-se também um varejista digital do turismo nacional. “A Gestour oferece estrutura tecnológica para que cada player, de todos os segmentos do turismo, possa ser empoderado para a comercialização online. Assim, cada um passa a vender os seus produtos, bem como de todos os fornecedores do turismo brasileiro integrados ao eMarketplace”, afirma Silva. “O momento é mais que oportuno. Com o dólar na estratosfera, o momento é propício para o turismo nacional vender mais. Temos uma janela enorme neste segmento que não é aproveitada”, completa o CEO.

A plataforma permite ao associado comercializar seus produtos e criar outros e divulgá-los e comercializá-lo em níveis local, nacional e mundial, por meio de um conceito moderno, no qual não há intermediário na negociação. “O Brasil é um vendedor de turismo. Contudo, precisamos agora é de produtores de conteúdo turístico (produtos e serviços) ”, defende Silva, que destaca o potencial de criação de produtos.

Neste sentido, a Gestour Brasil liberou a possibilidade de, nesta etapa, 2.228 cidades poderem ser licenciadas por empreendedores que desejam integrar o turismo digital, sendo licenciado exclusivo de um desses destinos. Segundo Vadis, este é o maior programa de inclusão digital de pessoas jurídicas do País, sem envolver nenhum centavo de dinheiro público, além de democratizar e universalizar o turismo nacional tanto para seus empreendedores, quanto para os viajantes e turistas. 

Para Bruno Omori, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo (ABIH-SP), o Gestour eMarketplace é interessante para o mercado, pois comercializa todos os tipos de turismo. “É uma oportunidade de estar num destino e ser responsável pelo que acontece no setor. Você ganha um pouco com cada segmento e tem uma participação efetiva no desenvolvimento do turismo da sua cidade, além de apoiar o crescimento do mercado interno”, analisa. “O turismo é a saída que o Brasil tem na atualidade, pois o setor gera emprego e renda”, conclui.

Para Ana Carolina Chaves, de Teresópolis (RJ), é necessário ter espírito empreendedor e criar campo no setor. “A plataforma ajuda a divulgar regiões menores. Os hoteleiros estão perdendo espaço e ficando sujeitos às OTAs (Online Travel Agencies). Com a plataforma, eles vão ser livres no estabelecimento de preços e na negociação com o cliente”, explica a empreendedora.

Já, Moacyr Júnior, empreendedor em Ilhéus (BA), viu a oportunidade de um novo negócio em um momento de crise. “Se o empresário vende sozinho ou por uma agência ele ganha metade. Pela Gestour, ele ganha 100%. A internet me permite colocar o esforço e empurrar uma pedra enorme para atingir vários clientes. A parceria é mais forte. Ganhamos mais se trabalhamos juntos. Você não tem concorrentes, mas tem parceiros. Todos à procura do sucesso coletivo”, acredita.

O eMarketplace

Considerado o mais completo, avançado e eficaz modelo de gestão, promoção, distribuição e comercialização no ambiente online, o eMarketplace dedicado ao setor de viagens e turismo permite às empresas, num único lugar, gerir, promover, distribuir e comercializar seus produtos e serviços de forma autônoma, em tempo real e a custo zero. A plataforma tecnológica Gestour eMarketplace é uma rede de negócios nos moldes das redes sociais. Por meio dela, empresas ou pessoas físicas que têm um negócio de turismo – incluindo meios de hospedagens, passeios, destinos, traslados, eventos e atrativos – terão suas páginas oferecendo os serviços.