Pin It

O desenvolvimento de ações conjuntas entre o Brasil e o Paraguai, potencializando destinos turísticos comuns aos dois países, como o das missões jesuíticas, foi a principal pauta de encontro entre a presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Teté Bezerra, e a ministra de Turismo do Paraguai, Sophia Montiel. A reunião foi realizada durante a Feira Internacional de Turismo do Paraguai (Fitpar).

Ao lado do diplomata Luiz Felipe Flores Schmidt, representando a embaixada do Brasil no Paraguai, e da assessora Técnica da Embratur, Leila Holsbach, Teté Bezerra se colocou à disposição do governo do Paraguai para trabalhar ações conjuntas entre os dois países. Além das missões jesuíticas, que possuem roteiros incluindo visita a igrejas e monumentos erguidos pelos jesuítas há mais de 400 anos, como pontos de atração, sendo sete deles no Paraguai, oito no Brasil e 15 na Argentina, a presidente da Embratur falou sobre a Itaipu Binacional e o Pantanal de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Na avaliação da ministra do Turismo do Parauguai, Sofia Montiel, a promoção conjunta é um caminho natural a ser buscado. Ela reforçou também a necessidade de diminuir as barreiras entre Brasil, Paraguai e Argentina para facilitar cada vez mais o trânsito de turistas em pontos comuns aos três países, citando a tríplice fronteira e a região das Cataratas do Iguaçu como exemplo. O diplomata Luiz Shmidt, da embaixada brasileira no Paraguai, informou que a derrubada de barreiras entre os três países, não apenas no turismo, mas em diversas outras áreas, continua na pauta do Mercosul e deve ser reforçada na próxima reunião.

Como parte da proposta de ações conjuntas entre Brasil e Paraguai, Teté Bezerra convidou a ministra do Paraguai a participar de uma apresentação que a Embratur fará na WTM Londres, considerada uma das maiores feiras de turismo do mundo e que será realizada no início do próximo mês de novembro. No primeiro semestre desse ano, a Embratur fez uma promoção das Cataratas do Iguaçu em parceria com a Argentina. Em conjuntos, os dois países participaram da Feira ITB, em Shangai, mostrando para centenas de operadores turísticos chineses um dos destinos brasileiros e argentinos mais visitados por turistas estrangeiros.