Pin It

Embora o aprendizado de um idioma estrangeiro ainda seja o principal motivador na busca por um intercâmbio, o brasileiro está cada vez mais interessado em ter uma experiência internacional que contribua para sua formação acadêmica e, ao mesmo tempo, permita vivenciar a cultura local por meio de oportunidades de trabalho.

Em 2018, 365 mil estudantes brasileiros embarcaram para intercâmbios, o que correspondeu a um crescimento de 20% em relação ao ano anterior, segundo a Belta (Associação das Agências Brasileiras de Intercâmbio). Esse número deve seguir ampliando se depender da atuação da EDUEXPO e da EduCanada, as duas maiores feiras de intercâmbio do mundo que acontecem simultaneamente nas cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro entre os dias 19 de setembro e 4 de outubro.

Com 150 expositores, a EDUEXPO reúne representantes de agências governamentais, de escolas e universidades espalhadas pelo mundo, e de agências de intercâmbio do Brasil. Eles estarão disponíveis para conversar sobre os cursos, programas e bolsas de estudo para graduação, pós-graduação como MBAs e Doutorados, cursos de especialização, de férias, e de curta duração; e ainda orientar sobre a cultura dos países, os vistos e documentações necessárias, e os preços de passagens e acomodações.

Mais de 30 seminários estão confirmados nos eventos da EDUEXPO em Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. As palestras destacam o funcionamento e as opções de intercâmbio em países como Estados Unidos, Holanda, Reino Unido, França, Coreia do Sul, Austrália e Canadá. ”Em um só lugar agrupamos os melhores especialistas na área de intercâmbio para se conectarem com os brasileiros que desejam realizar o projeto de estudos e trabalho no exterior”, afirma Daniela Ronchetti, diretora de Operações da EDUEXPO no Brasil.

A EduCanada, feira oficial de intercâmbio do governo do Canadá, tem mais de 80 expositores confirmados, entre cursos de idiomas, escolas de ensino médio e universidades, contemplando inúmeras oportunidades educacionais para o público brasileiro. O Canadá continua sendo o país que mais atrai intercambistas brasileiros, liderando a primeira posição há mais de 13 anos. Cerca de 40 mil brasileiros foram estudar no Canadá em 2018. Desse total, quase 28 mil realizaram cursos de idiomas (inglês e francês). Os dados são do Consulado Geral do Canadá. Pelo segundo ano consecutivo, o Brasil é o país que mais enviou alunos para programas de idiomas no Canadá, superando o Japão (21 mil) e a China, com quase 18 mil.

Entre os benefícios oferecidos: a possibilidade de ter um diploma ou certificado reconhecido internacionalmente; uma gama diversificada de cursos de alta qualidade com custos acessíveis; e a garantia de uma experiência multicultural única em um país seguro, com infraestrutura e tecnologia de ponta. “Além disso, muitos estudantes estrangeiros com experiência de trabalho local em suas áreas de formação podem se candidatar a residência permanente no Canadá sem precisar sair do país”, ressalta Daniela Ronchetti.

Mais de 10 mil pessoas visitaram as edições passadas da EDUEXPO e da EduCanada em São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas. Para 2019, a estimativa é crescer esse índice em 30%. A EDUEXPO e a EduCanadá são eventos gratuitos e acontecem simultaneamente. As inscrições estão abertas e disponíveis nos sites http://www.eduexpos.com/feira e http://www.feiraeducanada.com/feira.


Serviço:

Campinas - 19 de setembro (quinta-feira)
Horário: 16h às 21h
Local: Hotel Vitoria Concept - Av. José de Souza Campos, 425 - Nova Campinas

São Paulo - 21 e 22 de setembro (sábado e domingo)
Horário: 14h às 19h
Local: Centro de Convenções Frei Caneca - Rua Frei Caneca, 569 - 5º andar – Consolação

Rio de Janeiro (Barra) - 03 de outubro (quinta-feira)
Horário: 16h às 21h
Local: Windsor Barra Hotel - Av. Lúcio Costa, 2630 - Barra da Tijuca

Rio de Janeiro (Copacabana) - 04 de outubro (sexta-feira)
Horário: 16h às 21h
Local: Hotel Fairmont Copacabana - Av. Atlântica, 4240 - Copacabana