Redação

O recente anúncio do Prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, flexibilizando as medidas de restrição na capital, deixou o trade turístico animado. A Dio Operadora não perdeu tempo e, em parceria com o Rio Convention & Visitors Bureau, hotéis e serviços no Rio de Janeiro, promove, na próxima semana, entre 10 e 12 de agosto, o I FAMTOUR DE EXPERIÊNCIA DE LUXO RIO DE JANEIRO do mercado nacional com foco nas agências de viagens do segmento luxo do Espírito Santo.

“As empresas estão unidas pela divulgação do destino Rio. O mercado nacional está despertando, as pessoas querem viajar e precisamos mostrar como a cidade está plena para receber os turistas, com novos atrativos e total comprometimento do receptivo com os protocolos de segurança”, ressalta o diretor da Dio Berkana, Marcello Gandara Corrêa.

As agências capixabas do mercado de luxo aderiram rapidamente. Na última terça-feira (03/08), representantes do turismo do Espírito Santo participaram de um café da manhã pré-famtour para falar de mercado, tendências e oportunidades durante e pós pandemia. “Entendemos que o momento é do turismo doméstico com ênfase para locais mais próximos e queremos estar na dianteira das ações do mercado”, analisa Aline Prado, gerente da Dio Operadora que organizou a ação juntamente com Bárbara Castro, responsável pelo seu departamento de marketing.

O café foi oferecido por Danielle Amorim, Gerente Comercial do Hotel Golden Tulip Vitória, e reuniu Luiza Breda, Samuel Zatta, da JMG Viagens, Suzana Wernesback, da Allianza Viagens e Ana Paula Naciff, da agência Europlan, que registrou o seu entusiasmo. "O Rio de Janeiro é um destino certo no meu caderninho. Cada vez que visito a cidade descubro um lugar novo e diferente. Nesse tempo de pandemia vale voltar a cidade maravilhosa e aproveitar o tanto de experiências que ela nos oferece", enfatizou Naciff. Também confirmaram presença no famtour as agências L7 Viagens, Personal Travel, Foca Viagens e Tia Zirinha.

É importante reconhecer que o Rio de Janeiro tem conquistado um excelente desempenho na campanha de vacinação. Por diversas vezes o calendário de imunização foi antecipado e a perspectiva é de vacinar toda a população de até 18 anos ainda em agosto, com a 1ª dose e, até novembro, com a 2a. O Rio foi, também, a primeira capital a anunciar o planejamento do primeiro Réveillon e Carnaval do pós-pandemia.

“Para uma cidade que respira turismo, um dos segmentos que mais geram emprego e renda para a população fluminense, além de estar entre os maiores arrecadadores dos cofres públicos, a retomada do setor de turismo e eventos é uma notícia que interfere diretamente no sustento de milhares de famílias e na manutenção de milhares de negócios”, ressalta Alfredo Lopes, presidente do Conselho da Associação de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro.

É neste cenário que o Rio assume a dianteira. “Entendemos que a iniciativa do famtour é uma oportunidade de apresentar aos agentes de viagens todo o compromisso dos hotéis Sheraton Grand Rio Hotel & Resort e do JW Marriott Hotel Rio de higiene e segurança, assim como os protocolos estabelecidos. A ideia é mostrar ao trade e levar ao viajante todos os nossos processos e tecnologias, como aplicativo Marriott Bonvoy que viabiliza o check-in (mobile check-in) pelo celular, e que este seja usado como uma chave de acesso ao quarto”, destaca Renata Dias, Gerente de Vendas Sênior da Marriott Brasil, que ofereceu a hospedagem aos convidados.

A programação inclui visita a hotéis 5 estrelas cariocas, alta gastronomia e atividades que vão além dos cartões-postais, um mergulho no melhor que o Rio oferece.  

O setor de turismo viu com bons olhos e recebeu de braços abertos a notícia do planejamento da retomada divulgada pela Prefeitura para a partir de setembro. Precisamos reconhecer que o Rio de Janeiro tem conquistado um excelente desempenho na campanha de vacinação. Por diversas vezes, a vacinação foi antecipada pelo nosso prefeito Eduardo Paes, que tem, inclusive, intenção de imunizar toda a população de até 18 anos ainda em agosto.

Para uma cidade que respira do turismo, um dos segmentos que mais geram emprego e renda para a população fluminense, além de estar entre os maiores arrecadadores dos cofres públicos, a retomada do vezes a setor de turismo e eventos é uma notícia que interfere diretamente no sustento de milhares de famílias e na manutenção de milhares de negócios.

Fazendo uma breve linha do tempo, segundo dados do HotéisRIO, no início de março de 2020, a ocupação da rede hoteleira estava em torno de 70%. Em abril, este índice caiu para menos de 5% e os hotéis começaram a fechar as portas. Em maio, já eram cerca de 90 hotéis e albergues fechados e mais de 25% dos postos de trabalho suspensos permanente ou temporariamente.

A reabertura dos hotéis começou timidamente em junho, mas ganhou força a partir de agosto. Além dos selos estadual e municipal com orientações dos protocolos sanitários de combate à Covid-19, no final do ano passado, a hotelaria esteve envolvida em campanhas promocionais voltadas para o público interno e principais mercados emissores. Fomos protagonistas no cenário das viagens seguras e seguimos esta tendência ao planejar a retomada.

Confirmando as perspectivas do trade de turismo, a retomada tem se consolidado pelo turismo doméstico, em viagens rodoviárias em núcleos familiares. Os hotéis do interior do estado se destacam com as melhores ocupações – respeitando a capacidade permitida – nos finais de semana. Mesmo com a suspensão dos eventos corporativos, houve aumento na demanda durante a semana em função da suspensão das aulas e do trabalho remoto.

O setor trabalhou com criatividade e resiliência para manter as portas abertas, porém, o turismo não se sustenta sem um calendário de eventos robusto, sem uma agenda de promoção sólida. E é neste cenário que o Rio assume a dianteira. Somos a primeira capital a anunciar o planejamento do primeiro Réveillon e Carnaval do pós-pandemia! E a notícia não poderia ser mais impactante e positiva para o setor.

É claro que a recuperação total pode demorar até quatro anosa e depende diretamente da retomada da economia, do calendário de eventos e de ações promocionais nos principais destinos emissores nacionais e internacionais, e é neste ponto que o nosso gestor municipal acerta ao ganhar a mídia para anunciar o Rio como primeira cidade a planejar a sua retomada. O trade turístico comemora e os empregos agradecem!

Alfredo Lopes é presidente do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município e conselheiro da ABIH-RJ, presidente do Conselho de Turismo da Associação Comercial - ACRJ

Siga-nos