Latam, Gol e Azul registraram, juntas, R$ 120 milhões de lucro líquido durante o primeiro trimestre deste ano, conforme demonstrações enviadas à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Reunidas, as três companhias representaram mais de 86% da demanda por transporte aéreo público doméstico de passageiros, em termos de passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK, do inglês revenue passenger kilometres). A Avianca foi a única entre as quatro principais aéreas do país que não apresentou as suas demonstrações contábeis do período. O fato sujeita a empresa a processo administrativo para apuração de infração, que pode resultar na aplicação de penalidade administrativa.
O montante de R$ 120 milhões representou uma margem líquida de 1,6%. No mesmo período do ano passado, Latam, Gol e Azul somaram prejuízo de R$ 109 milhões, com margem líquida negativa de 1,4%. Na época, apenas a Gol havia apresentado resultados positivos.
A receita líquida das três empresas apresentou redução de 0,9% na comparação com o mesmo trimestre de 2016, enquanto os custos dos serviços prestados reduziram 3,9%. Assim, a margem bruta do primeiro trimestre melhorou 20%, passando de 13,1%, em 2016, para 15,7%, em 2017. As despesas operacionais das três empresas, por sua vez, recuaram 28,3% na comparação com o primeiro trimestre do ano anterior.
Com informações do DCI