Os nordestinos são os que mais reconhecem o valor de sua região para a atividade turística. Segundo pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo, 44,2% das pessoas avaliaram o potencial local como alto ou muito alto. Em seguida, aparecem o Sudeste (42,3%), Sul (32,6%) e Centro-Oeste e Norte (32,2). Não à toa, foram exatamente os entrevistados nas regiões Norte e Centro-Oeste que menos identificaram o valor de suas regiões para o turismo (35,2). Os dados são de uma pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo.
Ainda segundo o estudo, oito em cada dez brasileiros acreditam que o potencial turístico de nosso país é de médio para muito alto, mas 59,8% entendem que esse potencial não é aproveitado de forma adequada. Novamente, para os entrevistados, o Nordeste desponta como a região que mais aproveita seu potencial (39,6%). Em segundo lugar aparece o Norte e Centro-Oeste (32,7%), seguido do Sudeste (32,3%) e Sul (20,1%).
Mesmo assim, 41,9% dos entrevistados acreditam que o turismo no Brasil aumentou nos últimos anos. “O Ministério do Turismo tem realizado uma série de ações para investir na infraestrutura dos destinos nacionais, assim como na qualificação de quem está na linha de frente do atendimento o turismo. Queremos posicionar o Brasil entre os grandes destinos mundiais”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.