Principal evento cultural do Havaí, o Festival de Honolulu foi criado pela JTB, gigante do turismo japonesa que no Brasil detém mais de 70% da Alatur JTB. A Quickly Travel, empresa do grupo especializada no turismo corporativo e de lazer para o público japonês e descendentes que vivem no país, é responsável por levar cerca de 140 turistas para visitar o evento em 2018, que acontece entre 9 a 11 de março, em sua 24ª edição. A primeira comitiva brasileira ao festival acontece no mesmo ano em que se comemora os 150 anos da imigração japonesa no Havaí e os 110 anos da imigração japonesa no Brasil.

Essa união de forças entre as empresas possibilitou um intercâmbio entre os turistas dos dois países, trazendo também muitos japoneses para o Brasil. Tanto assim, que nas Olimpíadas em 2016 a Quickly cresceu 31% em relação à 2015, trazendo 7 mil japoneses para o RJ em parceria com a AJ. Para 2018, a perspectiva é de crescer 13% sobre 2017. O Festival de Honolulu será uma importante vitrine para o turismo de lazer na Quickly. São diversos programas e atividades culturais e educacionais patrocinados pela Honolulu Festival Foundation, que levam o mundo todo a conhecer a mistura rica e vibrante das culturas da Ásia, Pacífico e Havai.

O programa da Quickly para seus passageiros é de 7 a 14 de março, e a agência preparou um roteiro contemplando diversas atividades. Os viajantes poderão visitar o Pearl Harbor Center, conhecerão o Consul do Japão e de Honolulu, farão diversos passeios pela cidade, conhecendo a Estátua do Rei Kamehameha, farão um cruzeiro para apreciar o por do sol, participarão do jantar de gala de confraternização do festival, entre outros atrativos. No dia do grande desfile, o grupo entrará em um bloco carnavalesco, com marchinhas e adereços para mostrar um pouco da principal festa brasileira por lá. Os viajantes que quiserem poderão ser protagonistas enquanto os mais tímidos assistirão ao espetáculo, que se encerrará com uma tradicional queima de fogos.