Pin It

As operações da Avianca Brasil estarão comprometidas a partir da próxima semana, já que a companhia perdeu o registro de 10 das suas 50 aeronaves. O cancelamento veio a partir do pedido de duas arrendatárias de aeronaves, a PK Airfinance e a Celestial Aviation, que reclamam junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o não pagamento dos aluguéis dos aviões desde que a companhia aérea entrou em recuperação judicial, em 6 de dezembro. A solicitação, feita no dia 16, deve ser concluída até terça-feira, dia 22 de janeiro.

Com o cancelamento das matrículas, a Avianca fica impedida de usar os aviões no Brasil, o que deve complicar ainda mais a situação financeira da companhia, cujas dívidas com fornecedores superam R$ 400 milhões. A Avianca já solicitou à 1ª Vara de Falências da capital paulista que anule o descredenciamento.