Pin It

A United Airlines anunciou nesta quarta-feira (4), que vai diminuir em 20% seus voos internacionais e em 10% as rotas internas e para o Canadá. Os cortes estão planejados para o mês de abril. Alguns aviões de grande porte ficarão parados.

Em nota assinada pelos executivos Oscar Muñoz e Scott Kirby, os cortes são explicados como uma "medida agressiva para proteger nossos funcionários, nossos clientes e nossa empresa" dos impactos do coronavírus, cuja presença já foi confirmada em todos os continentes, exceto a Antártida.

"Nós estamos reduzindo as frequências semanais dos voos, encontrando rotas com opções de viagens alternativas por meio de outras conexões da United, e atrasando datas de viagens sazonais para certos destinos, tudo sem fechar nenhuma estação doméstica", informa a empresa.

Além das reduções válidas a partir de abril, a companhia diz que novos cortes já estão sendo planejados para maio, tanto para os voos domésticos quanto para os internacionais. No plano global, novas reduções devem afetar especialmente voos com destino a Xangai, Pequim, Chengdu e Hong Kong.