0
0
0
s2smodern

Em busca das melhores tecnologias para atender às necessidades dos clientes, aliando um custo apropriado para tornar viável a adoção, a AMcom, empresa especializada em sustentação e desenvolvimento customizado de sistemas, vem investindo fortemente em capacitações e estruturas dedicadas a linha de inovação. Por isso, para 2018, decidiu investir ainda mais na área de inovação, que se dedica à implementação de tecnologias inovadoras, como Internet das Coisas, Análise Preditiva, Machine Learning, Blockchain, entre outras.

Num primeiro momento, o foco não é ofertar inovação como diferencial competitivo, mas adotá-la sob a ótica da eficiência operacional, ou seja, aplicar as novas tecnologias a partir das necessidades de negócio dos clientes. Com 15% do time de serviços dedicado à área de inovação, os especialistas de cada uma das linhas de operação já desenvolveram uma extensa gama de projetos de inovação utilizando as mais variadas tecnologias.

Entre elas, a Internet das Coisas (IoT) voltada para o controle logístico atrelado a sensores e conexões em campo; Machine Learning e Análise Preditiva para predição e sugestões de melhores itens para tomada de decisões, análises de linhas de produção, validação de produtos com melhor qualidade etc; Mobilidade voltada para o rastreamento, interações por comandos de voz sem necessidade de utilização de manuseio manual; Blockchain voltado para o controle de operações financeiras, assinaturas de contratos e validações; ChatBot voltado para a automação de atendimentos utilizando robôs em interações com o humano, entre outros.

Outra forma de prover na prática suas incursões pela jornada da Transformação Digital é compartilhar com o ecossistema, por meio de webinars e workshops, as novidades sobre casos práticos desenvolvidos em seus clientes.

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores