Pin It

De 16 a 19 de maio, a vila de Mértola, em Portugal, realiza mais uma edição do Festival Islâmico de Mértola, que celebra a cultura muçulmana neste destino da região do Alentejo. O evento, que acontece a cada dois anos, conta com uma programação animada, que transforma o centro histórico da vila em um mercado árabe, o chamado souk. Artesanatos, doces, tecidos, música e arte vindos do Marrocos, Tunísia, Egito e Espanha unem-se a produtos da região alentejana nas bancadas do mercado, que é o verdadeiro encanto do festival.

Jelabas (roupas típicas), incenso, sândalo, chá de menta e especiarias dão cor, aroma e melodia à vila nos dias de festa. Muito além de uma encenação histórica com personagens, o souk transporta os visitantes a um mercado árabe atual, com comerciantes, artesãos e pessoas reais.

Parte importante da experiência do festival, a música transforma três pontos de Mértola em palcos: o Cais do Guadiana, a Praça Luís de Camões e o Largo da Misericórdia. Músicos de diversas partes do mundo se apresentam, trazendo canções com inspiração árabe-andalusi, chaabi, berbere, espiritual sufi, entre outros, alguns mais tradicionais e outros contemporâneos, encontrando-se com estilos como o cante alentejano e o flamenco em um caldeirão cultural.

Mértola é um destino conhecido pelos inúmeros vestígios de ocupação árabe. Uma de suas maiores atrações é a Igreja de Nossa Senhora da Anunciação, que antigamente era uma mesquita. Ainda restam quatro portas de arco ultrapassado (arco em “ferradura”) e o mihrab, nicho de oração muçulmana. Além disso, a entrada fica na lateral da igreja em relação à nave, diferente das igrejas tradicionais.