Os novos negócios fechados pela Airbus durante o mês de maio envolveram 77 encomendas por aeronaves da Família A320, além de seis pedidos pelo modelo A350 XWB, fazendo o total de pedidos pela mais nova aeronave da fabricante superar a marca de 800 unidades. Os seis A350 XWBs adicionados ao livro de encomendas da Airbus são da versão A350-900, para a Philipine Airlines, e levaram as encomendas gerais pela aeronave a 802 unidades, para 42 clientes, até o dia 31 de maio. Já as 57 entregas do mês contemplaram todas as linhas de produto da companhia.

Para a Família A320, as encomendas do mês foram lideradas pelo pedido de 45 A320neos (nova opção de motores - NEO) e 15 A321neos feito por um cliente não revelado, o qual será um novo operador de aeronaves NEO. Outro cliente não revelado solicitou 12 A320ceos (atual opção de motor) e três unidades da versão do A321ceo.

A encomenda por dois modelos A320neo, feita pela companhia de baixo custo das Filipinas, Cebu Pacific Air, completa as transições do mês.

Levando em conta os cancelamentos, as encomendas líquidas da Airbus em 2016 totalizam 162 aeronaves até o fim de maio, compostas por 46 A320/A321ceos, 60 A319/A320/A321neos, 17 A330ceos, 14 A330neos e 25 A350 XWBs.

As entregas do mês envolveram 48 aeronaves da Família A320, três A330s, três A350 XWBs e três A380s.

Entre as entregas, destaca-se o primeiro A320neo para a companhia indiana GoAir, que se tornou a terceira operadora no mundo do modelo com nova opção de motores da Família A320. O A320neo da GoAir é equipado com motores Pratt & Whitney e é o primeiro de um pedido de 72 unidades feito pela companhia baseada em Mumbai.

As entregas de aeronaves de corredor único em maio também incluíram cinco A320ceos para o Grupo Lufthansa, além de três modelos A320ceo para a American Airlines – incluindo o primeiro avião produzido pela Airbus nos Estados Unidos, em sua nova linha final de montagem em Mobile, no Alabama.

Já entre as entregas de aeronaves widebody no mês de maio estão uma unidade do A350 XWB para a companhia latino-americana, LATAM Airlines, um A350 XWB para a Singapore Airlines, além do primeiro A350 XWB entregue à Cathay Pacific, tornando a companhia baseada em Hong-Kong a mais nova operadora da aeronave. As entregas de modelos widebody também incluíram dois A380s para a Emirates e um A380 para a Etihad Airways.

Até o dia 31 de maio, a Airbus registrou um backlog de 6.759 aeronaves a serem entregues.