0
0
0
s2smodern

O Seminário de Inteligência Competitiva, promovido pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), que tem como objetivo atrair e receber mais turistas internacionais, conseguiu capacitar aproximadamente 500 integrantes da cadeia produtiva do turismo brasileiro, nas últimas seis edições realizadas em 2017.

Os eventos aconteceram em diferentes cidades brasileiras e serviram para preparar gestores, destinos e empresas do setor para conseguir melhorar a qualidade da recepção a esse público. 

A ação teve uma avaliação positiva, como explica o coordenador- geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica, Alisson Andrade. Para ele, encontros dessa natureza aumentam o diálogo com a iniciativa privada e gestores do setor e possibilitam acesso à informação diferenciada sobre o mercado internacional, por meio do trabalho no exterior dos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs). Além disso, a troca de informações pode nortear as empresas e gestores no planejamento e direcionamento da comercialização de seus produtos turísticos.

A ação é um dos produtos de inteligência da Embratur, cujo objetivo é disseminar tendências e oportunidades no mercado.  Entre os produtos, incluem-se Perfis de Mercado, Boletim de Inteligência Competitiva e, brevemente, Panorama de Comercialização e Destaque de Mercado.

Alisson Andrade lembra que os debates podem despertar nos empresários a necessidade de participação em diferentes modalidades de promoção e apoio à comercialização de produtos turísticos da Embratur, como as feiras internacionais, famtours, presstrips e outros.

 

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores