0
0
0
s2smodern

A presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Teté Bezerra, participou nesta segunda-feira (06), em Itupeva, São Paulo, do Industry Showcase & Tabletop Networking, evento organizado pelo Sindepat (Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas) para debater alternativas para aquecer o setor no Brasil e na América do Sul. Uma das metas é a isenção permanente de impostos de importação para os equipamentos dos parques temáticos, medida que pode resultar em investimentos de R$ 1,9 bilhão e gerar cerca de 56 mil empregos nos próximos cinco anos.

Em junho, o setor teve um avanço com isenção temporária da carga tributária de importação de equipamentos, iniciativa que prevê crescimento de 3% no número de empregos, apenas neste ano, alcançando mais de 11, 5 mil postos de trabalho.  

De acordo com Alain Baldacci, presidente do Sindepat, o evento representa a consolidação do trabalho de 15 anos da entidade que visa completar um importante passo, com o desfecho da negociação com o Ministério da Indústria, Comercio Exterior e Serviços, com apoio do Ministério do Turismo, para a regulação permanente da isenção de impostos de importação e a classificação dos equipamentos como bens de capital.  

O secretário de Comércio e Serviços, do Ministério da Indústria, Comercio Exterior e Serviços, Douglas Finardi Ferreira, lembrou as recentes medidas que possibilitaram o aumento da competitividade do setor, como a reforma trabalhista, que regulamentou o trabalho intermitente, e a própria isenção temporária dos tributos para os equipamentos. Entretanto, ele reconhece a necessidade de políticas permanentes para a manutenção e renovação dos parques.

O encontro contou também com presença de parlamentares, lideranças do trade nacional e autoridades internacionais como Benjamin Liberoff, vice-ministro de Turismo do Uruguai; Heriberto Cabrera, presidente da Associação Argentina de Parques e Atrações; José Luis Ayoub, subdiretor de Políticas do Fonatur, do México, e também Doug Stagner, vice-presidente executivo de operações mundiais da IAAPA (International Association of Amusement Parks and Atractions).