Pin It

O representante da Embaixada dos Emirados Árabes no Brasil, Abdelrahman Almaazmi, pediu apoio da Embratur para a aprovação do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 667/19, que entre outras proposições, trata de acordo para eliminar dupla tributação entre os dois países e prevenir sonegação e fraude fiscais. O diretor-presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, recebeu o encarregado de Negócios da embaixada na última quinta-feira (6), na sede da Agência. Além disso, eles conversaram sobre a isenção de vistos para a Índia, forte parceiro do país árabe. Abdelrahman Almaazmi se disponibilizou a intermediar nas negociações para essa liberação.

“A isenção de vistos para os indianos tem todo o apoio dos Emirados Árabes. Será de grande importância para os turistas da Índia, já que possuem conexões por meio das companhias aéreas Emirates e Etihad, entre Dubai e Abu Dhabi com Nova Deli. Estou à disposição para tratar com a Índia e reforçar a importância da isenção para o aumento do fluxo turístico no Brasil”, afirmou o representante árabe.

Além disso, o diretor-presidente da Embratur falou da intenção de abrir um escritório de representação brasileira nos Emirados Árabes Unidos. “Além de atrair mais turistas estrangeiros ao Brasil, a Embratur pretende, com a abertura do escritório, ampliar os contatos com agentes de viagens, empresas aéreas e de cruzeiros. Também queremos ajudar na atração de investimentos para o nosso país”, disse Gilson Machado Neto.

O diretor de Marketing, Inteligência e Comunicação da Embratur, Osvaldo Matos, presente na reunião, solicitou aos representantes da Embaixada a indicação de profissionais do turismo e jornalistas dos Emirados para novas ações no Brasil, especialmente para promoção de famtours e press trips no Brasil. “Nosso objetivo é divulgar o Brasil em grandes potências mundiais, para, além de fomentar o turismo, gerar renda e divisas no nosso país. Quanto maior a divulgação, melhor será o retorno de investimento para o Brasil”, destacou.