A população da capital fluminense e os turistas devem ficar atentos para planejar seus passeios neste fim de semana prolongado, em função do feriado nacional de Tiradentes, comemorado na quinta (21). A prefeitura da cidade decretou ponto facultativo quarta (20) e sexta-feira (22), medida igualmente adotada pelo governo do estado.

O Cristo Redentor receberá visitas, normalmente, entre 8h e 17h, mas outras atrações estarão com horários reduzidos de funcionamento. O acesso ao AquaRio será entre 13h e 17h. A maioria dos museus ficará fechada até domingo (24). As informações são da Agência Brasil.

A administração do Bondinho do Pão de Açúcar preparou uma programação especial que inclui apresentação de DJ e músicas carnavalescas.

A maioria dos shoppings mudará sua rotina apenas na quinta (21), com lojas e quiosques recebendo clientes em horário reduzido, de 13h às 21h. Algumas das principais redes de supermercado da cidade abrirão as portas normalmente.

As unidades de Pronto Atendimento (UPAs), hospitais, centros de emergência regional (CERs) e centros de atenção psicossocial (CAPS) funcionarão normalmente. Os centros municipais de saúde e clínicas da família permanecerão fechadas e seus serviços, incluindo a vacinação, serão retomados na segunda-feira (25).

Bancos e correios abrirão normalmente na sexta-feira. Na quinta, as agências bancárias fecham, assim como a maioria das unidades dos Correios, com o atendimento a poucos locais, geralmente em shoppings. A unidade sediada no Aeroporto Santos Dumont estará aberta.

TRANSPORTE

Alguns modais do transporte público não apenas continuarão em operação como ampliarão o atendimento para o público que acompanhará os desfiles na Sapucaí. O Metrô já está funcionando 24 horas. No domingo, o embarque poderá acontecer até as 23h, com exceção das estações Praça Onze e Central. As duas, indicadas para acesso e saída da Sapucaí, poderão ser acessadas até as 23h59. Enquanto houver passageiro se deslocando, todas as estações funcionarão para desembarque.

Já os trens da Supervia terão 30 viagens adicionais para que os usuários possam retornar às suas casas de madrugada, após os desfiles.

O atendimento extra acontecerá para os ramais Deodoro-Santa Cruz, Japeri e Saracuruna. O embarque fora do horário convencional será feito somente na estação Central do Brasil. As demais estações estarão abertas apenas para o desembarque.

Além da operação especial para atender o público que marcará presença na Sapucaí, a Supervia funcionará na sexta-feira conforme a grade de dia útil de cada ramal. Na quinta-feira, no sábado e no domingo, a operação seguirá a grade de domingos e feriados.

O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) adotará funcionamento normal no feriadão. Já o BRT terá suas grades normais de dia útil e fim de semana, alterando apenas o funcionamento de quinta que terá como base os horários praticados aos sábados.

As barcas estarão com duas linhas inoperantes: Cocotá e Charitas. Já a linha Arariboia vai operar com a grade de domingos e feriados entre quinta e sábado. Dessa forma, as travessias entre Rio e Niterói acontecerão a cada 60 minutos.

A operação das linhas Paquetá e da Divisão Sul não será alterada e manterá seus horários usuais de dia útil para sexta-feira e de feriado e fim de semana para quinta, sábado e domingo.

Por: Mariana Moreira

Enquanto a rotina de trabalho seguia para muitos cariocas, outros aproveitaram o cortejo de blocos pela manhã dessa sexta-feira, no Centro da Cidade.

O Bloco Docinhos Carinhosos foi acompanhado por cerca de 300 foliões. Alguns muito fantasiados circularam em meio a outros que preferiram curtir a folia quase à paisana. O grupo seguiu pela Praça da Deriva, na Marechal Âncora.

Em meio ao sol e ao calor que despontaram em dias de outono, foliões cantaram com empolgação sucessos de Tim Maia, Daniela Mercury e Alceu Valença, além de marchinhas. O trânsito na Avenida 1º de março segue normalmente e uma viatura da Polícia Militar circula pela região monitorando as vias.

Uma ação beneficente pretende distribuir cerca de 25 mil chocolates neste final de semana de Páscoa para crianças que moram em favelas do Rio de Janeiro. Trata-se da 12ª edição da PAZcoa das Comunidades.

A ação é idealizada pelo projeto Voz das Comunidades, ONG e jornal comunitário independente de favelas da capital. A meta para este ano era arrecadar 20 mil chocolates, o equivalente ao dobro do ano passado.

Com doações de empresas e pessoas físicas, além do engajamento de celebridades na divulgação da campanha, o número ultrapassou 25 mil itens, entre ovos, barras e caixas de bombons, diz Rene Silva, fundador do Voz das Comunidades. É o maior volume já arrecadado na ação.

"Na favela, muitas crianças não recebem chocolates na Páscoa. A pandemia agravou essa situação. As pessoas estão pretendendo comprar comida [alimentos básicos], e não outras coisas", afirma Silva.

A entrega das doações começou neste sábado (16) e deve continuar no domingo (17).

"Quando a gente começou, foram 150 chocolates no primeiro ano. Depois, mil, 2.000. Agora, a gente conseguiu ultrapassar 25 mil, entre barras de chocolate, ovos e caixas de bombons", relata.

A nova edição da PAZcoa Das Comunidades conta com 80 voluntários neste sábado. A campanha, que teve a parceria de marcas como Cacau Show, Lacta e iFood, deve alcançar crianças de cerca de 15 favelas.

O projeto Voz das Comunidades foi criado em 2005, como jornal independente na comunidade do Morro do Adeus, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Até 2015, já tinha distribuído 10 mil exemplares e contava com 1 milhão de visitas na página da internet.

Por: Mateus Rocha

Blocos de rua prometem arrastar foliões e movimentar o feriadão de Tiradentes do Rio de Janeiro, capital que celebra um Carnaval fora de época após dois anos sem a festa. Listas que circulam em aplicativos de mensagens mostram que mais de 50 blocos devem sair em cortejo pelas ruas do Rio, mesmo sem estrutura da prefeitura, como a instalação de banheiros químicos.

A Riotur -empresa de turismo da cidade- diz que não montou estrutura porque o Carnaval de rua foi suspenso ainda em janeiro em razão da disparada de casos de Covid-19. Os desfiles das escolas de samba, no entanto, foram mantidos e vão acontecer nos dias 22 e 23 de abril.

Entidades ligadas ao Carnaval de rua protestaram contra o cancelamento, dizendo que a festa não deveria ter sido suspensa e sim adiada, a exemplo do que ocorreu com os desfiles na Marquês de Sapucaí.

Para não ficar mais um ano sem a folia, blocos decidiram convocar os foliões para ocupar as ruas com muito glitter e serpentina.

A lista é feita basicamente de blocos menores, já que os mais conhecidos anunciaram que não vão desfilar. É o caso por exemplo do Cordão do Bola Preta, um dos mais tradicionais da cidade, que em 2020 reuniu 600 mil pessoas no centro da cidade, de acordo com a gestão municipal.

Entre os que vão desfilar durante o feriado, estão o bloco Mistério Há de Pintar, organizado em homenagem ao cantor Gilberto Gil com previsão de sair às 9h desta quinta (21) na Cinelândia, centro do Rio, e o Bunytos de Corpo, um dos blocos alternativos mais conhecidos da cidade. A concentração vai começar na sexta-feira (22), às 18h, em frente ao bar Rivalzinho, no centro do Rio.

A prefeitura disse que não vai repreender quem quiser aproveitar o Carnaval de rua. "As pessoas não estão proibidas de sair às ruas. A vacina permitiu que hoje a gente fizesse o desfile [das escolas], que a gente tivesse uma cidade o mais próximo do normal possível", disse Brenno Carnevale, Secretário de Ordem Pública.

Abaixo, veja a agenda dos blocos que planejam fazer Carnaval na capital fluminense durante o feriadão.

21/04 Bloco Nada Demais
7h
Cais do Valongo, Saúde
Pantanal Gostoso Demais
7h
AquaRio, Gambôa
Amores Líquidos
7h - 8h
Bairro da Saúde
Bloco Trombetas
8h
Aterro do Flamengo, na altura da rua Rui Barbosa com a Oswaldo Cruz
Mistério Há de Pintar
09h
Cinelândia, centro do Rio, em frente ao painel que homenageia Gilberto Gil
Desculpe o Transtorno
13h30
Rua do Carmo com a da Assembleia, centro
Pomba Idosa
14h
Museu do Amanhã, Praça Mauá, centro
Truque do Desejo
14h
Banca do André, Cinelândia, centro
Capivaras Molhadas
15h
Estrada Pacuí, 80, Vargem Grande
Derê
16h
Beco do Rato, Lapa
Charanga Venenosa
16h
Praça Mauá, Centro
Baile do Fogaça (bateria do Fala Meu Louro)
16h
Bafo da Prainha, Largo São Francisco da Prainha, Saúde
Besame
19h
Largo das Neves, Santa Teresa
Bagunço
20h
Praia Vermelha, Urca
22/04 Flor do Reggae
8h
Praça Marechal Âncora, centro
Docinhos Carinhosos
9h
Praça Marechal Âncora, centro
Bloco das Tubas
17h
Morro da Conceição, centro
Bunytos de Corpo
18h
Bar Rivalzinho, centro
Bloco Superbacana
19h
Banca do André, Cinelândia, centro
Embaixadores da Folia
20h
Em frente ao botequim Vaca Atolada, na Lapa
Os Siderais
20h
Cais do Valongo, Saúde
23/04 Bloco Celeste
9h
Praça Tiradentes, centro
Marimbondo Não Respeita
9h
Praça 4 de julho, centro
Mi careta su carreta
10h
São Cristóvão
Biquinis Ogodo
14h
Largo do Curvelo, Santa Teresa
Inconfidentes
14h
Praça Tiradentes, centro
Planta na Mente
16h
Lapa
Filhes de Martins
20h
Praça Tiradentes, centro
24/04 Boi Tolo
8h
Largo do Boi tolo, centro
Besame
8h
Largo dos Guimarães, Santa Teresa
Boitatá
9h
Praça XV, centro
Canários do Reino
12h
Cais do Valongo, Saúde
Capivaras Molhadas
12h
Praça Augusto Ruschi - Recreio
Piratas ordinários
12h
Pedra do Sal, Saúde
Boi TORO
14h
Bar Madrid, Tijuca
Dinossauros
14h
Pedra do Sal, Saúde
Forró da Taylor
16h20
Praça Glauce Rocha, Santa Teresa
Traz a Caçamba
17h
Pedra do Sal, Saúde

Siga-nos