O vice-governador do Distrito Federal e ex-secretário de Turismo, Paulo Octávio, está prestes a ocupar a cadeira de governador


Adair de Oliveira / JT

O vice-governador do Distrito Federal e ex-secretário de Turismo, Paulo Octávio, está prestes a ocupar a cadeira de governador. O STJ (Superior Tribunal de Justiça) decretou agora a pouco, por 12 votos a 2, a prisão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), e mais cinco pessoas envolvidas na tentativa de suborno do jornalista Edson dos Santos, o Sombra.

O ministro Fernando Gonçalves, relator do inquérito da Operação Caixa de Pandora que investiga o esquema de corrupção no GDF (Governo do Distrito Federal) decretou a prisão de Arruda após o pedido  da subprocuradora-geral da República Raquel Dodge.

Além de Arruda, outros cinco envolvidos no esquema tiveram a prisão decretada, são eles: o ex-deputado Geraldo Naves (DEM), Weligton Moraes, ex-secretário de Comunicação; Rodrigo Arantes, sobrinho do governador; Haroaldo Brasil de Carvalho, diretor da CEB (Companhia Energética de Brasília); e Antonio Bento da Silva, conselheiro do Metrô.

Com o objetivo promover a produção artística e cultural do Distrito Federal e celebrar o cinquentenário de Brasília, a Diretoria Regional de Ensino do Núcleo Bandeirante realiza nesta quinta-feira (29), a partir das 17h, no salão comunitário da cidade, a sua II Mostra Cultural. Música, teatro, comidas típicas e exposição fazem parte da programação da edição deste ano.

 

Entre as atrações preparadas para o evento estão a apresentação do Coral da Escola Classe 01 da Candangolândia, composto por 20 crianças, e a declamação de poesia em homenagem aos 50 anos de Brasília por Rêgo Júnior, pioneiro da Candangolândia. Haverá também exposição dos trabalhos desenvolvidos pelas artesãs na oficina de customização do Centro de Referência em Educação Integral da Candangolândia (Crei), música e degustação das culinárias nordestina, mineira e goiana.

 

Outra atração será o show “Ou vai ou raxa”, do humorista brasiliense Carlos Anchieta, professor de Artes da rede pública de ensino que enveredou pelo humor há 15 anos. Além de fazer rir, Anchieta desenvolve, no Centro de Referência em Educação Integral da Candangolândia, trabalho voltado para diminuição da evasão escolar.

Os ingressos, ao preço de R$10, podem ser adquiridos na portaria do Salão Comunitário.

 

Siga-nos