Na segunda-feira (13), o Workshop Virtual da Hotelaria – Comercialização na Internet, promovido pela Gestour Brasil em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-SP), reuniu 192 participantes, de todas as regiões do País, que completaram os 652 inscritos que participaram do 1º Encontro Virtual da Hotelaria, realizado na semana anterior, com o apoio de Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação), e a participação de Enrico Fermi Torquato, presidente da ABIH Nacional e mais cinco presidentes das ABIHs estaduais de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Paraíba.

Os participantes puderam conhecer melhor o eMarketplace do Turismo nacional e saber como se integrar à plataforma digital.Os anfitriões do encontro foram Vadis Luiz da Silva, CEO e fundador da Gestour Brasil, e Bruno Omori, presidente da ABIH-SP.

Durante as duas horas de webnário, Silva explicou as vantagens de se juntar forças de diversos segmentos por meio de uma plataforma digital e esclareceu as dúvidas do público, formado principalmente por empresários de meios de hospedagens. “Todos trabalhamos com o objetivo de fazermos um Brasil com mais turismo. Se nos engajarmos nesse ideal, obteremos melhores resultados para nossos negócios e, como consequência, atingiremos uma melhor posição para o turismo nacional”, afirma o CEO.

O eMarketplace, que é uma rede de negócios em rede, desenvolvida nos moldes das já conhecidas redes sociais, possui o mais avançado e eficaz modelo de promoção e vendas da atualidade no ambiente online. Concebido para satisfazer sob medida às reais necessidades e superar as expectativas dos empreendedores do setor, permite ampliar as vendas de hospedagem, passeios, eventos, pacotes turísticos, serviços de assistência, consultoria e agenciamento de viagens. Uma vez integrado à plataforma, a custo zero, cada empreendedor cria, de forma autônoma, com facilidade e em tempo real, o seu próprio portal; passa a gerir, a promover, a distribuir e a comercializar com alcance global. Para mais informações, basta acessar o site

Em relação aos meios de hospedagem, Silva pontuou que menos de 10% deles oferecem um e-commerce, o que representa um “apagão digital”. “O eMarketplace permite que o País tenha uma estrutura tecnológica para que qualquer varejista esteja presente e seja capaz de fazer negócios online. Assim, todos ganham: fornecedores, canais de vendas, consumidores e os desenvolvedores da plataforma. Com ela, podemos universalizar e democratizar um turismo com mais produtos na rede e em rede”, explica o fundador.

Bruno Omori, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo (ABIH-SP), destacou a facilidade de utilização da ferramenta, que pode ser feita sem a necessidade de grandes conhecimentos tecnológicos, e pontuou a necessidade dos meios de hospedagem trabalharem em conjunto para o fortalecimento da plataforma. “O eMarketplace dá a oportunidade de qualquer meio de hospedagem, independentemente de seu porte, ter um portal próprio sem custo e com possibilidade de comercialização. O sistema é transparente. Quanto mais divulgarmos esta plataforma, maior o proveito para todos”, afirma Omori.

A guia de turismo Marta Pereira Alexandria, de Porto Velho (RO), que participou pela segunda vez de um encontro virtual da Gestour Brasil, elogiou muito a ferramenta e já incorporou-a ao seu trabalho. “Aqui não temos nenhuma ferramenta parecida e sentimos uma deficiência muito grande de informações turísticas. Ela veio somar muito e dar produtividade”, afirma Marta. “Como trabalho diretamente com os meios de hospedagem, tenho divulgado o produto, pois muitos deles ainda não oferecem opção para aquisição de diárias pela internet. Com essa ferramenta, eles podem mudar essa realidade de uma forma muito mais econômica”, conclui.

Jackson Oscar, auxiliar de Controle de Qualidade da Luck Receptivo, de João Pessoa (PB), também achou a plataforma muito atraente e disse que já sua empresa já está preparando a integração ao eMarketplace do Turismo. “A ideia de que hoje é preciso estar na rede e em rede nos encantou logo no começo, pois passa muita confiança reunirmos tantos atores do turismo em um único ambiente. A visibilidade que deveremos ganhar é muito positiva e cada empresa ganha, por meio de seu próprio portal, uma nova via de vendas”, destaca.

Difundir o conhecimento sobre a plataforma é essencial para a assistente pedagógica do curso técnico de hotelaria do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), Trycia Murta, que além de participar do webnário, convocou seus alunos para acompanharem o encontro virtual. “Acho a ideia incrível e por isso reuni meus alunos para obterem informações sobre a ferramenta, no intuito de que eles possam difundi-la em seus ambientes de trabalho”, explica a professora. “Aqui na região, sentimos uma dificuldade em encontrar informações sobre os destinos e a plataforma permite a difusão de uma tecnologia que está disponível e acessível para quem trabalha no setor”, finaliza Trycia.