Tendo como marco a encenação do "Inti Raymi - Um Novo Amanhecer", no sítio arqueológico da Huaca Plucllana, em Lima, na noite da última quinta-feira, autoridades do Peru apresentaram as Festas de Cusco 2018, em um lançamento nacional e internacional. A grande encenação foi feita por meio de uma imponente estrutura tecnológica cinematográfica, com representação dos personagens Inka, Colla e a comitiva do Império Inca.

O lançamento dos festejos foi realizado a partir de uma aliança estratégica firmada entre a Empresa Municipal de Festejos de Cusco (Emufec S.A.), os ministérios do Comércio Exterior e Turismo (Mincetur) e Cultura, bem como a Municipalidade de Miraflores. O objetivo de projetar internacionalmente a imagem de Cusco é impulsionar o turismo e a riqueza cultural que a região possui.

O evento contou com a presença do ministro de Comércio Exterior e Turismo, Roger Valencia Espinosa; o prefeito de Cusco, Carlos Moscoso Perea, vereadores e a diretoria da Emufec S.A., entre outras autoridades.

O Inti Raymi

Considerada a celebração mais importante do calendário Inca, e antigamente se iniciava no solstício de inverno e se prolongava por nove dias. Segundo conta a tradição, trata-se de uma cerimônia na qual os sacerdotes e os povos faziam homenagens ao Inti, Deus Sol, como agradecimento pelas colheitas realizadas e para pedir que a terra fecundasse bem para as próximas safras. À época, representava para os Incas o Ano Novo, por ser uma festa na qual marcava o fim do ano agrícola anterior e se iniciava um novo ano. Atualmente, a Festa do Sol, como também é conhecida, é realizada em 24 de junho.