Iniciativa visa fortalecer Brasília como destino turístico, estimular o sentimento de patriotismo e promover o desenvolvimento econômico local

Por Vanessa Castro, com informações da SETUR-DF (Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo)

Afim de valorizar a importância de Brasília na construção da identidade nacional e para fortalecer a cidade como um destino turístico, a Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou um Projeto de Lei que inclui setembro como o mês do turismo cívico no calendário oficial de eventos do DF. O objetivo é que a capital federal se destaque para além da tradicional celebração de 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. O PL ainda precisa ser sancionado pelo governador Ibaneis Rocha.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou a importância da medida para possibilitar que a capital desenvolva todo o seu potencial turístico, além de estimular o turismo doméstico. Segundo ele, Brasília está entre os principais destinos cívicos do mundo, assim como Washington, nos Estados Unidos, e Berlim, na Alemanha. “O brasileiro precisa conhecer a capital do seu próprio país. Brasília é uma cidade completa: tem cultura, história, arquitetura, gastronomia, além de paisagens belíssimas. A inclusão de mais ações e eventos de turismo cívico vai colocar Brasília em destaque no Brasil e no mundo, além de promover o patriotismo, o sentimento de pertencimento, atrair investimentos privados e diversificar a oferta turística nacional", frisou o ministro.

A secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, afirma que Brasília faz jus ao título de Capital do Turismo Cívico. “Brasília é Patrimônio Cultural Mundial, Cidade Criativa do Design e agora, por merecimento, receberá o título de Capital do Turismo Cívico. Não há outra cidade com tantas condições de se apropriar de uma lei como esta”, destaca.

AÇÕES - Para estimular o turismo cívico, o Ministério do Turismo assinou Acordo de Cooperação Técnica (ACT) com o Governo do Distrito Federal para despertar o interesse de jovens de todo o país em conhecer Brasília. O programa “Brasília, nossa Capital - Turismo Cívico Pedagógico para o Brasil e para o mundo” tem por objetivo trazer estudantes e professores de escolas públicas e privadas para conhecerem a capital brasileira. Os visitantes participam de um roteiro especial com visitas guiadas por monumentos, espaços culturais e históricos.

Outra iniciativa do Ministério do Turismo foi a celebração de um Termo de Execução Descentralizada com a Universidade Federal de Juiz de Fora (MG) que prevê pesquisas voltadas à formação de um acervo digital contendo os principais traços característicos da identidade do país.

Os estudos indicarão o material interativo que dará forma ao Projeto Brasil para Brasileiros, podendo ser composto por imagens, áudios, vídeos, réplicas e outros formatos. A iniciativa busca ampliar a percepção quanto à importância dos símbolos nacionais (Bandeira, Brasão, Hino e Selo) e de nomes representativos do país em áreas como arte, ciência, política, esporte e cultura. O acervo será concedido a investidores privados para exposição em centros de visitação, devendo haver, inicialmente, pelo menos uma unidade em cada macrorregião brasileira.

ROTA CÍVICA VIRTUAL – Em meio à pandemia, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal criou diferentes rotas virtuais de Brasília. Entre os passeios online, a Rota Cívica oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer as principais instituições governamentais, monumentos e locais históricos, como o Pavilhão Nacional, o Panteão da Pátria, o Memorial JK e o Museu do Catetinho. 

 

 

Siga-nos