A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ) lançou no dia 7 de dezembro o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade - Cetur Fecomércio RJ. O encontro reuniu representantes dos principais setores produtivos envolvidos com o turismo. O objetivo do conselho é fomentar o segmento, além de desenvolver e fortalecer economicamente a atividade no Rio de Janeiro.

Antônio Florêncio de Queiroz, presidente da Fecomércio-RJ, destacou que uma das principais propostas do Conselho é de aumentar a articulação com o poder público, especialmente com o legislativo, a fim de que as entidades envolvidas atuem de forma proativa na proposição de ações e no acompanhamento de decisões estratégicas para o setor.

O Cetur Fecomércio RJ está alinhado com o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cujo presidente, Alexandre Sampaio, também faz parte do conselho estadual.

Integrante do Cetur Fecomércio RJ, Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ e do SindHotéis Rio, destacou a importância da integração dos representantes do trade para defender e impulsionar ações que priorizem o turismo fluminense.

O Cetur Fecomércio RJ nasce com um papel estratégico para o segmento: a elaboração de estudos técnicos, pesquisas e indicadores setoriais, acompanhando o ambiente de negócios relacionados ao estado, municípios e iniciativa privada.

Entre suas atribuições, destacam-se a defesa e o fortalecimento do Turismo como importante atividade econômica para o Estado do Rio de Janeiro; o acompanhamento da conjuntura político-econômica e das decisões governamentais; a atuação no âmbito dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; além da interlocução com os órgãos governamentais para as reinvindicações da categoria.

O Conselho Estadual de Turismo e Hospitalidade da Fecomércio RJ será composto por sindicatos da base de filiados da Federação que atuam neste setor, de associações empresariais do Turismo, além de membros consultivos de diversos segmentos da sociedade de alguma forma envolvidos com a estrutura do Turismo fluminense.