Pin It

Por Guilherme Cosenza

Uma das grandes preocupações de quem hoje vem conhecer a cidade do Rio de Janeiro é sem dúvida a violência urbana. Embora o índice de assaltos a transeuntes venha diminuído gradativamente, desde que o governador Wilson Witzel assumiu o governo do estado, o medo ainda é recorrente de quem vem até a Cidade Maravilhosa.

“Há uma baixa dos problemas de segurança. Witzel está bem e ganhou muito com a Intervenção, reduzindo a violência no estado. Porém, como os números, infelizmente, ainda são altos, as pessoas têm mais dificuldade de perceber essa grande melhora”, conta o ex-comandante do BOPE, autor do filme “Tropa de Elite 1 e 2”, Rodrigo Pimentel em sua palestra para militares da reserva na sede do Clube Militar do Rio de Janeiro, no centro da cidade carioca.

Pimentel estava no encontro para falar sobre seu novo filme, “Intervenção”, que estréia em janeiro nos cinemas e no site de filmes Netflix: “estamos fazendo esse filme que fala justamente da Intervenção que aconteceu no Estado alinhado com os problemas das UPPs”.

Durante o encontro, Pimentel alertou para um parecer positivo que pode ajudar, e muito, o setor turístico da cidade: “isso já acontece em Bagdá e funciona muito bem que, a ideia é termos no Rio uma ‘Zona Verde’, do Leme ao Leblon, onde você pode dar 100% de segurança para o turista que vem nos visitar”.

A Zona Verde consiste em um passo da cidade massificada por segurança e leis específicas para aquela região, a fim de acabar com qualquer criminalidade que comumente ocorra ali. Dessa maneira, criando uma área 100% protegida para que o turista de dentro ou fora do país possa, enfim, andar com tranqüilidade e segurança. Esse fato, segundo o próprio ex-comandante, traria inúmeras vantagens ao setor.

O projeto foi realizado pela primeira vez em Bagdá, após a guerra no Iraque, findada em 2003.  Com o país inteiro devastado pela disputa entre xiitas e sunitas, além da presença de grupos de guerrilheiros e terroristas criando resistência à ocupação militar dos aliados da Otan, a Zona Verde foi uma maneira de resgatar um espaço de tranqüilidade onde a economia local pudesse se restabelecer.