Já estamos em novembro e uma das datas mais aguardadas do ano se aproxima: a Black Friday (ou sexta-feira negra), maior promoção do comércio varejista, tradicionalmente comemorada na última sexta-feira de novembro. Este ano, ela cai no dia 24.

O evento é conhecido por oferecer grandes descontos aos consumidores e o Kayak, maior ferramenta de planejamento de viagens do mundo, convida viajantes a prestar atenção nos valores de passagens aéreas, que devem oscilar ao longo do mês.

Em 2016, por exemplo, muitas companhias baixaram os preços ao longo de todo o mês de novembro e algumas passagens tiveram descontos ainda maiores na data pós Black Friday, como monstra a tabela abaixo.

Passagens para Los Angeles, por exemplo, estavam mais baratas no começo de novembro. Mas para viajar para Rio de Janeiro e para Miami, compensava mais esperar o final do mês, pós Black Friday, para comprar.

Por isso, é importante estar atento aos preços durante este mês. E no Kayak, viajantes podem ativar um alerta de preços para os seus destinos de escolha, que os notifica quando as passagens estiverem mais baratas.

Destino

Variação de preço médio durante a Black Friday em relação à semana anterior

Variação de preço médio uma semana após a Black Friday

Melhor data para comprar (em novembro/2016)

Rio de Janeiro

Queda de 44%

Queda de 10%

Uma semana após a Black Friday

Recife

Queda de 14%

Aumento de 10%

Na Black Friday

Londres

Queda de 3%

Aumento de 17%

Na Black Friday

Nova Iorque

Queda de 2%

Aumento de 11%

Na Black Friday

Buenos Aires

Queda de 16%

Aumento de 7%

Na Black Friday

Los Angeles

Aumento de 21%

Aumento de 7%

Uma semana antes da Black Friday

Foz do Iguaçu

Queda de 23%

Aumento de 34%

Na Black Friday

Ilhéus

Queda de 31%

Aumento de 21%

Na Black Friday

Miami

Queda de 3%

Queda de 3%

Uma semana após a Black Friday

Vitória

Queda de 26%

Aumento de 23%

Na Black Friday

Netshoes