0
0
0
s2smodern

A partir desta quinta-feira (01), a região Sudeste dispõe de uma ferramenta que vai facilitar a legalização de prestadores de serviços turísticos e melhorar a qualidade da atividade nos municípios. Trata-se do Cadastur 3.0, site de cadastro do Ministério do Turismo, que foi modernizado e lançado hoje em Belo Horizonte.

O lançamento na região foi apresentado pelo secretário-substituto da Secretaria Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur, Hercy Filho, e contou com a participação de gestores e autoridades do setor.

Agora, a inscrição no Cadastur será inteiramente eletrônica, feita em uma interface amigável e interligada ao banco de dados da Receita Federal, trazendo menos burocracia e mais rapidez para quem deseja estar formalizado.

Com a medida, a expectativa é garantir que os 3.453 meios de hospedagem registrados em Minas Gerais pelo censo da hotelaria encomendado pelo MTur estejam cadastrados no Cadastur. Atualmente, apenas 1.013 (29%) estão no sistema.

Nos demais estados da região, a situação é semelhante: no Rio de Janeiro, dos 2.520 meios de hospedagem existentes no estado, apenas 957 (40%) estão regularizados. Em Vitória, 167 (26%) dos 639 estabelecimentos estão formalizados; e em São Paulo, 1.169 (22%) dos 5.251 meios de hospedagem estão em situação regular no Cadastur.

 

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores