Pin It

Criteo S.A. (NASDAQ: CRTO), plataforma de anúncios para a Internet aberta, acaba de divulgar os dados de seu estudo "Summer Travel Report 2018", que revela a tendência de crescimento do mobile e a influência dos aplicativos no setor de turismo, ao analisar mais de três bilhões de reservas online em 59 países no último ano.

De acordo com o relatório, players de viagem que possuem aplicativos já têm 60% de suas transações concluídas em dispositivos móveis, sendo que destas, 33% são feitas via web mobile e 27% em apps. O desktop corresponde a 40%. Os aplicativos possuem a maior taxa de conversão (23%), enquanto a web mobile registra a menor (4%). No desktop, esse índice fica em 11%. Apesar do crescimento dos dispositivos móveis, os computadores ainda faturam mais. Para cada 100 dólares gastos no desktop, 78 dólares são gastos no aplicativo e 77 dólares na web mobile.

O mobile ganha ainda mais destaque quando o assunto são as viagens de última hora. No caso de reservas feitas com menos de 24 horas antes do embarque ou check-in, 89% das compras são fechadas no ambiente móvel. A web mobile responde por 48% das transações, enquanto os aplicativos e o desktop representam 41% e 11%, respectivamente.

As agências online de viagens, ou online travel agencies (OTAs), têm se desenvolvido rapidamente no ambiente mobile. No último trimestre de 2017, transações feitas via smartphones aumentaram 61% no segmento, enquanto as demais empresas de viagem registraram crescimento de 11%.

As OTAs são as que detêm o maior número de reservas mobile. Cerca de 39% de suas transações são concluídas via smartphone e 6% por tablets. Entretanto, o desktop ainda lidera com 55% das vendas. Para as demais empresas do setor a participação dos dispositivos móveis é menor: smartphones correspondem a 10%, tablets somam 6% e o desktop sai na frente com 84%.

O relatório traz uma análise do setor de turismo nos meses de junho, julho e agosto, verão no hemisfério norte. Entretanto, também é possível notar que nesse período em 2017, houve aumento de 29% nas reservas online feitas na América Latina em comparação a 2016. De forma geral, o verão ajuda a impulsionar vendas no mobile. Na América do Sul, os meses com maior número de reservas em dispositivos móveis são justamente novembro e dezembro, período de festas e início da estação mais ensolarada do ano.

O relatório Summer Travel Report 2018 é baseado na análise de três bilhões de reservas ao longo do ano de 2017, de mais de 1.800 anunciantes de viagens. Os dados individuais de pesquisa e reserva de 59 países foram avaliados para fornecer uma imagem global dos hábitos de reserva de viagem.