Pin It

Quem passou pelo Complan nesta sexta-feira (18), em Goiânia, se surpreendeu com a variedade de recursos tecnológicos que podem ser aplicados ao desenvolvimento urbano, imobiliário e turístico do país.

O uso da inteligência digital algorítmica para a escolha de áreas de implantação de um empreendimento e até para simulação da percepção humana num determinado ambiente já são realidade nos Estados Unidos, Europa e Ásia e caminho sem volta para empresários do setor, de acordo com Carlos Marchi, arquiteto, cientista urbano, fundador da Allower e um dos painelistas do segundo e último dia de evento.

Com larga experiência em projetos de urbanismo híbrido na China e também em países como Canadá, Holanda, Austria e Estados Unidos e no Instituto de Inovação Urbana, em São Paulo, o especialista acredita que o uso da tecnologia não é mais uma escolha e sim uma condição. Marchi falou sobre o uso de algoritmos para análises e mapeamento de risco de investimento para os incorporadores como um dos exemplos dos benefícios que a tecnologia apresenta e que precisa ser entendida pelo mercado nacional. “Temos que desmitificar essa história de que a tecnologia é algo muito distante do Brasil. O uso da inteligência digital já é realidade e quem não entender isso vai ficar para trás” afirmou.

Ainda no que diz respeito a tecnologia, as inovações em segurança e pontos de acesso aos empreendimentos foram temas de painel voltado às Comunidades Planejadas e que contou com a participação de Rony Stefano, da Sanctuary Properties e Eytan Magal, da Eytan Magal Soluções de Gerenciamento de Segurança e incluir Guilherme Andrigueti, da Magikey. Além de mostrar diferentes recursos ligados a automatização, os especialistas destacaram a importância de pensar na segurança em todas as etapas de um projeto. “É preciso pensar nisso desde o dia zero de um projeto e de forma personalizada. Cada empreendimento tem o seu DNA, não adianta copiar de outros” afirmou Magal. Segundo ele, a segurança preventiva efetiva precisa de sistemas integrados.

Paineis sobre “Inteligência de Mercado e Viabilidade” e “Smart Cities” complementaram a programação e colocaram em discussão alguns dos principais aspectos dos temas na atualidade. Entre os especialistas convidados estavam Cristiano Rabelo, do Grupo Prospecta, Guilherme Werner, da Brain e Irineu Guimarães como moderador do primeiro e Susana Marchionni, da Planet Smart City, Thomaz Assumpção, da Urban Systems e Paulo Toledo como moderador.

Além da tecnologia, a arquitetura paisagística também foi um dos temas de destaque neste segundo dia de evento. No painel “Loteamentos com Parques Aquáticos” Cristiano Santiago Vieira, sócio da Smart Share, empresa responsável pelo Surfland Brasil, empreendimento lançado recentemente em Garopaba (SC), e Benedito Abbud, arquiteto e paisagista responsável por alguns dos projetos mais ousados do país, abordaram a importância da água como fator determinante do sucesso de um empreendimento. “A água é elemento fundamental de encantamento, água vende. Todo mundo quer lote perto de lago ou piscina” afirmou.

Em paralelo aos paineis, cases de sucesso foram apresentados aos participantes do evento. Entre eles, o Acqua Condomínio Clube, do grupo Ábaco (SC), Plateau d’Or, da Toctao (GO) e Fazenda da Grama, da Jaguari Comercial e Agrícola e Terras Novas Administração e Empreendimentos.

Workshops

Após encerramento oficial do evento, dois workshops aconteceram simultaneamente: "Urbanismo para não-urbanistas" com o fundador e Diretor Executivo da AREAURBANISMO, Hélio Mítica, juntamente com o Diretor de Criação e Novos Negócios da empresa, Murilo Teixeira, e “Inteligência Comercial: Como estruturar um lançamento em 5 etapas - exercícios com cases reais”, com Paulo Toledo, da CIA Inteligência Imobiliária, e Cristiano Rabelo, do Grupo Prospecta.

Visitas Técnicas encerram Complan 2019

As tradicionais visitas técnicas da ADIT fecham a programação 2019 do Complan. No sábado, os empreendimentos Alphaville Flamboyant (Alphaville Urbanismo), Arca Parque (Planalto Invest), Parqvile Pinheiros (Cinq Desenvolvimento Imobiliário) e Residencial Eldorado (Tropical) recebem os grupos de participantes do evento para visitas técnicas e troca de experiências.