0
0
0
s2smodern

Entre 2017 e 2036, a América Latina e o Caribe precisarão de 2.677 novas aeronaves de passageiros e de carga para atender à demanda crescente, de acordo com a última Previsão Global do Mercado (GMF) da Airbus. Essa demanda no valor de US$ 352 bilhões corresponde a 2.084 aeronaves de corredor único, além de 593 de dois corredores e aeronaves muito grandes. Isso implica que a frota em serviço na região mais do que dobrará das 1.211 aeronaves em serviço hoje para 2.882 nas próximas duas décadas. Destas aeronaves, 1.006 serão para substituição de aeronaves de gerações mais antigas, 1.671 serão responsáveis ​​pelo crescimento, e 205 deverão permanecer em serviço.

O GMF da Airbus prevê que o tráfego de passageiros que vão para, saem de ou viajam dentro da América Latina e Caribe cresça 4,4% anualmente até 2036. O tráfego interno e intra-regional da região crescerá ainda mais rapidamente, a 4,8% ao ano, enquanto o crescimento mais alto do tráfego deverá ser nas rotas para o Oriente Médio (6,1%) e para a Ásia-Pacífico (5,8%). Um fator-chave que impulsiona esse crescimento é a classe média da região, que deverá aumentar para meio bilhão de pessoas até 2036.

_Promo USA 300x250