"Green Pea" foi inaugurado em dezembro, na cidade de Turim, na Itália, e oferece artigos de moda, decoração, beleza, visando mudar a forma como consumimos


No modelo de sociedade em que vivemos, onde o consumo tem um enorme papel, é preciso repensar a produção de itens dos mais variados segmentos, criando opções que respeitem o bem estar da natureza. O tópico da sustentabilidade deixou de ser um debate e se tornou uma urgência. A interrupção total do consumo não é uma saída viável, por isso, a ideia de um consumo com respeito vem ganhando popularidade. Consciente deste cenário, Oscar Farinetti, fundador do Eataly, maior varejo de experiências gastronômicas do mundo, decidiu investir em um novo empreendimento inovador. O Green Pea foi inaugurado em dezembro de 2020 na cidade de Turim, na Itália, e tem como objetivo disponibilizar em um só local a venda de produtos de diferentes segmentos que tenham em comum o compromisso de não gerar impactos negativos ao meio ambiente.

Depois da excelente experiência no mundo da alimentação, com o modelo Eataly, o empresário passa agora a focar em outros mercados, que constituem a parte mais substancial das atividades de consumo, como energia, vestimenta, casa e lazer. O Green Pea é o primeiro Green Retail Park do mundo e já conta com mais de 100 marcas parceiras, como Samsung, KitchenAid, Kappa, Patagonia, Timberland e muito mais. O prédio possui cinco andares e 15 mil m². Sua arquitetura foi feita a base de materiais recicláveis, como aço, ferro e vidro, e pode ser completamente desmontada para reutilização em obras futuras. Além disso, o edifício possui mais de duas mil árvores e plantas no seu interior.

"90% dos cientistas nos dizem que nossa forma de consumir se tornou incompatível com a vida humana na Terra. E quando 90% dos cientistas dizem algo, eles geralmente estão certos. Por isso, é hora de mudar a forma como consumimos. O Green Pea nasceu para isso. Visa demonstrar que existe a possibilidade, de imediato, de viver em harmonia com o planeta. Uma vez que já alcançamos essa meta com Eataly, no que diz respeito a alimentos, agora vamos focar nas demais atividades principais do consumidor. É um projeto novo, então partimos de Turim, a cidade italiana que vem sempre inventando", afirmou Oscar Farinetti, fundador do Eataly e Green Pea.

O novo empreendimento foi inaugurado no dia 9 de dezembro e, embora venha enfrentando as restrições e desafios da segunda onda de COVID na Itália, já atingiu números que superaram as expectativas de seus criadores: mais de 4 mil visitantes por dia e mais de mil assinantes do programa de membros oferecido no local. O orçamento investido inicialmente prevê 3 milhões de visitantes por ano em plena capacidade, mas os planos para o futuro dependem do cenário econômico e social decorrentes da pandemia.

A cidade de Turim foi escolhida para o empreendimento por ser considerada a cidade mais criativa da Itália. O distrito de Lingotto, conhecido como o Meatpacking District de Turim, também foi selecionado por ser o coração do espírito inovador local. A primeira loja do Eataly foi inaugurada em 2007 em uma localização bem próxima ao prédio do Green Pea. A partir disso, a marca expandiu seu conceito para mais de 40 pontos espalhados pelo mundo. A expectativa é que Green Pea também percorra o mesmo caminho de sucesso em seu desenvolvimento internacional. Os criadores do projeto pretendem exportar o formato como franquia para mercados exteriores, mapeando parceiros estratégicos ao redor do mundo. O Brasil faz parte deste plano de desenvolvimento.

O Eataly está presente no Brasil desde 2015, com um espaço na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, em São Paulo. Desde então a empresa trouxe para cá seus valores de sustentabilidade, responsabilidade e compartilhamento incorporados em sua filosofia.

Siga-nos