0
0
0
s2smodern

Teve início nesta semana a nova regra para voos charters, os chamados voo de férias, que deixaram de necessitar da autorização prévia da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para a realização de voos. O setor do turismo comemora a novidade que deverá estimular a aviação regional e consequentemente o uso de aeroportos de menor porte em todo o país, impulsionando o turismo doméstico.

A medida contribuirá com a melhoria da infraestrutura dos aeroportos de pequeno porte que deverão passar a contar com aparelhos de raio-x e bagagens para aumentar a segurança do voo e dos passageiros, o que poderá despertar o interesse das empresas em começarem a operar voos regulares.

Para Luiz Eduardo Falco, presidente da CVC, maior operadora de voo fretados do Brasil, principalmente nas temporadas de férias escolares e de verão, a partir de agora os operadores poderão negociar com os destinos e os demais setores envolvidos nos voos charters com mais liberdade. Já o diretor-executivo da ABAV Nacional,  Gervásio Tanabe, ressaltou que o aumento da concorrência poderá ter impacto nos custos para os passageiros. 

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores