0
0
0
s2smodern

A Azul anuncia um acordo para incorporação de duas aeronaves cargueiras em sua frota, modelo Boeing 737-400F, para atender o rápido crescimento de sua unidade de cargas, a Azul Cargo Express. Os novos aviões devem entrar em operação no início do segundo semestre deste ano. Com os cargueiros, a Azul Cargo Express espera ter mais flexibilidade para definir as estratégias de malha, fortalecendo a capacidade de ofertar soluções customizadas para os Clientes e ampliando os negócios da unidade de cargas da companhia.

 “Tomamos a decisão de arrendar dois cargueiros pois enxergamos a necessidade de contar com aeronaves de forma exclusiva para o transporte de cargas. Os 737 foram escolhidos pelo seu baixo custo operacional, alta capacidade de carga e histórico de confiabilidade. Com esses aviões, teremos mais autonomia para definir a malha, de acordo com as necessidades dos nossos Clientes, e também poderemos oferecer novos serviços, como o de fretamento. Sem dúvidas, esses cargueiros virão para potencializar nossa expansão”, ressalta a diretora da Azul Cargo Express, Izabel Reis.

 Os cargueiros poderão transportar até 20 toneladas de produtos. Com mais espaço e versatilidade, a Azul Cargo Express espera crescer sua receita em 40% neste ano, ampliando a oferta de serviços para regiões e rotas de maior volume. Ao longo de 2017, a unidade de transportes de cargas da Azul já havia registrado crescimento de receita de 49% na comparação com o ano anterior.

 

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores