Em uma parceria com a American Airlines, o departamento de Transportation Security and Administration (TSA) está testando um novo escâner de tomografia computadorizada (TC) no ponto de inspeção do terminal 8 do aeroporto internacional John F. Kennedy (JFK), em Nova Iorque. O equipamento pode vir a permitir o transporte de líquidos, géis, aerossóis e notebooks nas bagagens de mão em todas as circunstâncias.

A tecnologia de última geração representa a evolução dos equipamentos de raio-X 2D usados atualmente na maioria dos pontos de inspeção em todo o mundo. A tecnologia tridimensional (3D) da TC oferece maior visibilidade à inspeção e permite a rotação completa da bagagem de mão para uma melhor observação do conteúdo em todos os ângulos. Ela permite ainda observar cada item em meio a muitos outros em busca de explosivos e outros objetos proibidos, além de melhorar a capacidade de detecção de ameaças, aumentando a efetividade dos procedimentos. O resultado é a maior eficácia dos procedimentos de segurança nos aeroportos.  A previsão do TSA é de que a nova tecnologia esteja em operação no JFK no final de julho. Ela também está sendo testada nos pontos de inspeção de segurança dos aeroportos de Phoenix e Boston.