0
0
0
s2smodern

Na semana em que o mundo celebra a língua de sinais, a Azul anuncia um investimento que reflete a preocupação da empresa com a inclusão e a inovação ao oferecer, em seu site, tradução simultânea de conteúdo do português para a língua brasileira de sinais (Libras). A companhia se torna a primeira empresa aérea da América Latina a contar com uma ferramenta de acessibilidade para surdos em seu site.

Em parceria com a Hand Talk, a companhia passa a oferecer essa novidade, já disponível em seu site e abre as portas para um público de milhões de pessoas de forma inovadora e socialmente responsável, dando autonomia para os usuários.

Com a companhia do Hugo, um simpático intérprete em 3D, pessoas com deficiência auditiva poderão navegar pelo site, e ter a mesma experiência digital dos demais Clientes da Azul. A página principal do site da empresa terá um ícone no formato de uma mão que, quando clicado, ativará a janela de acessibilidade. O intérprete virtual fará a tradução dos textos e vídeos para a língua de sinais.  

Para aproximar ainda mais a companhia desse público, a Azul, em parceria com dois influenciadores digitais que têm deficiência auditiva, também irá lançar uma campanha em suas redes sociais para que essa comunidade ajude na definição de qual sinal em Libras representará a empresa.

Agências de Viagens

Geração millenium é responsável por quase metade das compras de passagens aéreas no Brasil

Segundo levantamento da agência ViajaNet, jovens entre 18 e 34 anos respondem por 45,34% do comércio de bilhetes aéreos e já são maioria no País

Segundo pesquisa exclusiva da agência virtual ViajaNet, a geração millenium já responde por 45,34% do total de vendas de passagens aéreas no Brasil. A participação dos consumidores entre 18 e 34 anos representa o público que mais compra bilhetes aéreos no País.

De acordo com o levantamento, que avaliou o perfil de compra de janeiro a agosto deste ano, os consumidores entre 35 e 54 anos representam 38,94% das vendas de passagens aéreas. E a menor participação ficou na população da terceira, com consumidores acima de 55 anos, com 15,72% dos bilhetes comprados.

vendas de passagens aéreas por faixa etária de consumidores