Pin It

A companhia aérea Lufthansa anunciou a volta de uma nova rota entre a cidade de Munique, no sul do Alemanha, diretamente para São Paulo. Esta notícia foi destaque no veículo especializado em turismo brasileiro “Brasilien Reise”, que em português significaViagem ao Brasil. Além disso, a Latam também programa voltar a atuar nesta rota a partir do próximo mês.

O veículo alemão mostra a importância do turismo para o Brasil, e cita que o país tem um melhor momento. “As companhias aéreas não pensam em reduzir o número de conexões, pelo contrário, a nova rota é um sinal da confiança das melhorias econômicas no Brasil”, frisou a matéria.

Para o diretor de Gestão Interna da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Leônidas de Oliveira, a malha aérea é um dos pontos chaves para a ampliação no número de visitantes internacionais no Brasil. “O Brasil, depende de uma melhor conectividade aérea para atrair os turistas de longa distância, como os europeus”, disse Leônidas de Oliveira. O Ministério do Turismo e a Embratur têm buscado se aproximar das companhias aéreas e também, junto ao Governo Federal, trabalhar em soluções para melhorar o ambiente de negócios, e como consequência, também crescer o número de voos e empresas voando no País”, reforçou o diretor da Embratur.

Além disso, a Embratur trata o mercado alemão como prioridade, e está frequentemente realizando ações em parceria com empresários, estados e municípios brasileiros, a fim de promover o País e seus atrativos turísticos. Na próxima semana, a Embratur participa, na Alemanha, da IMEX Frankfurt, uma das mais importantes feiras do continente europeu com foco no segmento MICE (Reuniões, Viagens de Incentivo, Conferências e Exposições) e que integra a Agenda de Promoção Comercial do Turismo Brasileiro no Exterior. A feira acontece entre os dias 21 e 23 de maio e reunirá mais de 3,5 mil fornecedores de todos os setores da indústria mundial de eventos e convenções.

O estande do Brasil tem grande destaque no evento, e conta com a participação de agências de convenções nacionais e regionais, grandes empresas hoteleiras, locais para conferências e exposições, linhas de cruzeiro, companhias aéreas, resorts, provedores de tecnologia, especialistas em gerenciamento de eventos e outros.