Medida foi tomada por conta da crise gerada pelo novo coronavirus

Diante da crise com o coronavírus no setor aéreo e a disparada do dólar, a Azul anunciou nesta quinta-feira, uma série de medidas para reduzir o custo fixo de suas operações - que representa cerca de 40% do total das despesas operacionais da empresa. O plano de contingência abre espaço para a licença não remunerada - com 600 pedidos aprovados até o momento - e prevê a redução de salário de 25% dos membros do comitê executivo até a normalização da situação.

No plano, foi suspensa também novas contratações, além de terem determinado a postergação do pagamento referente à participação nos lucros e resultados de 2019. O plano aponta para o estacionamento de aeronaves e suspensão de novas entregas de aviões.

Com informações do Jornal O Estado de São Paulo

Siga-nos