O coronavírus continua fazendo estragos em todo o mundo

O coronavírus continua fazendo estragos em todo o mundo. Seja na saúde, na economia, e também no turismo. A Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA, em inglês), disse em comunicado divulgado na terça-feira (07) que o vírus poderá colocar mais de 25 milhões de empregos em xeque. Os continentes europeu e asiático seriam os mais afetados.

A IATA também prevê que a queda de procura por viagens aéreas afetará a vida de 65,5 milhões de pessoas que dependem da indústria da aviação.

"Num cenário de restrições apertadas às viagens que tenha a duração de três meses, a investigação levada a cabo pela IATA calcula que 25 milhões de empregos na aviação e setores relacionados estejam em perigo em todo o mundo", indicou a organização.

Para a entidade,, as receitas anuais das companhias aéreas irão recuar para US$ 252 milhões, menos 44% do que em 2019 nesse período.

Lufthansa reduz frota

A aérea alemã Lufthansa anunciou também na terça-feira (07) que irá diminuir o tamanho de sua frota em 42 aviões, além de fechar sua subsidiária Germanwings. A frota da companhia é composta por 763 aeronavez.

Em nota, a administração da empresa enfatiza que "não se espera um retorno rápido do setor do transporte aéreo aos níveis anteriores à crise".

Mais Lidos