Turismo ensaia volta com funcionamento e capacidade reduzidos

A partir deste sábado (15), famosas atrações turísticas da cidade do Rio de Janeiro voltam a reabrir para o público: o Trem do Corcovado, o Bondinho do Pão de Açúcar e a Rio Star, maior roda gigante da América Latina.

De acordo com o presidente da Trem do Corcovado, empresa que administra a operação do serviço, Sávio Neves, os protocolos são rígidos e foram adotados para diversos equipamentos de turismo como o Aquario do Rio e o Museu do Amanhã.

“É um protocolo completo que pega desde a parte de prevenção, precauções todas como uso de máscara, distanciamento social evitar aglomeração tanto na bilheteria quanto na área de embarque, medição de temperatura, álcool em gel disponível em pontos estratégicos da estação. Enfim, é um protocolo completo que foi feito com todos os equipamentos turísticos do Rio”, explicou Sávio Neves.

Logo na entrada da Estação do Cosme Velho, na zona sul, onde parte e chega o trem para o alto do Corcovado, funcionários da empresa vão aferir a temperatura dos visitantes e todos devem estar de máscaras. O caminho até o embarque tem marcações para preservar o distanciamento. Os trens que costumavam sair de 20 em 20 minutos, agora vão partir a cada meia hora.

Mesmo autorizado a operar com dois terços da capacidade de passageiros, o Trem do Corcovado só vai funcionar com 50% do número de visitantes. O horário de funcionamento será das 8h às 16h, de segunda a domingo. Antes da pandemia, as visitas podiam ser feitas até as 19h.

“A gente vai ter que sentir isso (se o horário está adequado) até pela ausência do turista estrangeiro e de outros estados. Então, nesse primeiro momento, a gente acha que só o carioca vai. A gente vai ter que monitorar para ver se esse horário é pouco ou se é suficiente, porque se achar que tem um fluxo que justifique a gente já estica imediatamente. Agora, é hora de sentir o fluxo e depois fazer os ajustes, se necessário”, avaliou.

Para evitar aglomeração nas bilheterias, a direção da empresa recomenda que os ingressos sejam comprados no site, em lotéricas ou no aplicativo do Trem do Corcovado. “As bilheterias vão funcionar normalmente, mas a nossa ideia é evitar que ali também se acumulem pessoas para que a gente não tenha aglomeração na área de bilheteria”, afirmou.

Siga-nos