Pin It

Mesmo com as constantes altas no dólar, o brasileiro está disposto a realizar viagens internacionais e conhecer novos lugares e cultura, constata os dados apresentados pela Bidu Corretora – plataforma online de recomendação, comparação e contratação de seguros – que identificou aumento em pesquisas referentes à "Emissão de Passaporte (178,44%)"; "Funcionamento do Raio-x nos Aeroportos (514,25%)"; e "O Que Levar em Viagem à Praia (69,76%)".

Outro ponto importante destacado na análise da Bidu foi o aumento do interesse dos viajantes por seguros viagens. Na análise do período, o número de contrações aumentou 12%, no primeiro trimestre de 2019, de acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

Além de Cuba, Venezuela e Equador, desde 2018 os países europeus que assinaram o Tratado de Schengen passaram a exigir a contratação de seguro viagem: uma das regras para turistas conseguirem o visto e entrar no país. A medida demonstra preocupação com os turistas que podem explorar os custos durante a viagem, caso tenha alguma emergência médica.

Para contratação do serviço, é necessário informar o país ou o continente que irá visitar, duração de estadia, idade de cada um dos viajantes e outros dados pessoais. As empresas oferecem planos acessíveis e com cobertura de despesas médicas, odontológica, extravios de bagagens, óbitos e até traslados do corpo.