Pin It

Conservatória, conhecida como a cidade da serenata – música cantada sob o sereno – tem por tradição a reunião dos músicos que saem em cortejo, do Museu da Seresta, cantando pelas ruas da cidade. Além dessa preciosa tradição musical, a região traz variedade de manifestações, que vão do jongo, ainda presente no quilombo remanescente, à cultura do Japão, vinda da colônia japonesa imigrante.

A 1ª Mostra Arte Sonora, que tem curadoria e idealização da artista Juliana Maia, com apoio de diversos empreendedores do município, reúne a diversidade cultural e artística da região, levando teatro, oficina de circo, origami e o apresentação de Taiko, tambores japoneses, entre outros, à Praça Matriz de Conservatória e shows ao Teatro Sonora. Residência artística de Juliana Maia, o Teatro Sonora, que reproduz ambiente de um cinema com ares retrô, tem como missão a formação de novas plateias.

No Teatro Sonora a cantora irá apresentar tributos a Belchior e Emílio Santiago, com ingressos a R$30,00. O restante da programação será gratuita, como o projeto social PIM, Programa de Integração à Música, de Vassouras, que apresenta-se dia 7, sexta-feira, às 18h no Teatro Sonora; o jongo do Quilombo São José da Serra, no mesmo teatro, no sábado, às 9h30; e mais tarde, às 21h, Juliana Maia canta clássicos da MPB na Praça da Matriz, no Centro.

A 1ª Mostra Arte Sonora termina no domingo, dia 9, despertando as tranquilas ruas da cidade com o Bloco da Carmem, com música, poesia e animação.

Contato: www.espacosonora.com.br | (24) 99228-8402