Pin It

O Hackatur - Desafio de Inovação no Turismo continua a todo vapor. Os cinco projetos finalistas, que propuseram soluções para o turismo de Belo Horizonte, por meio dos desafios lançados pela Ampro e pela BH Airport (concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte), passam agora pela fase de ‘aceleração’, ou seja, momento de capacitação conduzido por mentorias, workshops e rodas de conversas com os players do mercado.

Os workshops com a participação das startups, BH Airport, AMPRO, acompanhamento da Belotur, Sebrae-MG e mediação da Design Thinkers Group serão realizados a cada 15 dias até o dia 30 de outubro, quando as duas propostas vencedoras serão conhecidas.

Conheça os projetos finalistas:

JMM Tech

Ernani Jardim, CEO da JMM Tech, apresentou como solução para o desafio da BH Airport o AIRPP-BH, que pode funcionar como tótens digitais espalhados pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, ou também como aplicativo. Com essa tecnologia, o passageiro que se encontra no aeroporto terá todas as informações sobre localização, alterações de horários de voos e de acesso aos terminais, as várias opções de transporte do aeroporto para Belo Horizonte e serviços como lojas, restaurantes e casas de câmbio, por exemplo.

Explora

O app Explora, idealizado pelos sócios Amir Khatibi e Arthur Meyer Paixão Meyer, foi apresentado para o desafio da AMPRO. O objetivo é oferecer uma solução para o viajante de ponta a ponta e de maneira personalizada. Dessa forma, o usuário pode planejar sua viagem, com compra de passagens e reserva de hotéis, criar um roteiro de atrações de acordo com seu perfil e, por fim, avaliar a experiência que teve na cidade. Isso tudo em um só aplicativo.

Traveller

O Traveller é um aplicativo que pretende incentivar o envolvimento do turista com os atrativos e passeios da cidade visitada por meio de gameficação. Projeto da dupla Guilherme Frade da Silva e Alexandre Guimarães Nicolau, o app ainda está em fase de desenvolvimento, e foi apresentado no Hackatur como solução para a AMPRO. A ideia é que o usuário interaja com o local visitado como se estivesse em um jogo. Nos roteiros propostos, ele poderá desvendar charadas e receber informações sobre os atrativos. Os pontos ganhos são transformados em benefícios para o viajante em estabelecimentos parceiros do app.

Hi Position

O projeto Hi Position, dos sócios Armando Junior e Glauber Dias, foi apresentado para o desafio da AMPRO e consiste na implantação de dispositivos de comunicação micro localizados em alguns atrativos turísticos da cidade. O objetivo é trazer praticidade para o visitante, que receberá, por meio de um aplicativo, informações sobre o local, obras de arte, atrativos turísticos e pontos relevantes na cidade. Ele poderá, também, fazer o pagamento das entradas de forma direta e digital, além de comprar passagens de ônibus, fazer reservas em hotéis, alugar um carro e escolher seus eventos favoritos.

Made in BH

Felipe Martins e Guilherme Pertence, da Made in BH, apresentaram uma solução para o desafio proposto pela BH Airport. A ideia é construir um espaço físico que funcionaria como uma central de experiências da cultura de Belo Horizonte e região. O projeto visa transformar as chegadas e partidas do aeroporto numa experiência marcante e única com um jeito de receber que só o mineiro sabe fazer. A estrutura seria sensorial, que gere essa experiência no viajante. Apresentar um pouco de BH e grande Bh e minas, as riquezas, dentro desse espaço. Venda de produtos. A ideia que ele passe por um lugar, uma espécie de museu, e conheça melhor nossa história.