Minor Hotels, proprietária, operadora e investidora em hotéis, não irá mais utilizar canudos plásticos nas mais de 154 unidades ao redor do mundo. A medida adotada retira de todos os quartos, lojas, restaurantes, bares e refeitórios os canudos de plástico. A mudança prevê a utilização de alternativas reutilizáveis e biodegradáveis, como as produzidas com bambu, aço, papel ou silicone.

A mudança foi implementada no Tivoli Ecoresort da Praia do Forte em janeiro e até agora evitou de produzir 120 kg de lixo plástico. “O Tivoli Ecoresort há mais de 30 anos se preocupa com o desenvolvimento sustentável. Com essa mudança deixamos de utilizar cerca 18.500 canudos por mês, o equivalente a 12 kg do material. Fomos pioneiros nessa mudança de comportamento na Bahia e estamos felizes com os resultados”, comemora o diretor geral do resort João Eça Pinheiro.

Já no Tivoli Mofarrej São Paulo, a previsão é reduzir cerca de 90kg por mês. “Além de não usar nos quartos, o Tivoli Mofarrej já não utiliza mais canudos no restaurante Seen e no MUST Bar. Ao analisarmos essa questão, vimos que mesmo pequenas ações individuais causam um impacto significativo no meio ambiente, o que ajuda a remover milhões de canudos em um único ano”, menciona o diretor geral João Corte-Real.

Segundo a Minor Hotels, nos Estados Unidos, estima-se que mais de meio bilhão de canudos de plástico são usados diariamente, permanecendo no ambiente por pelo menos 400 anos. Desde janeiro de 2018, a rede deixou de utilizar canudos em todos os hotéis da Ásia e, para este ano, pretende não utilizar 2,4 milhões de canudos, aproximadamente 1.557 kg de plástico.