Pin It

O Shangri-La Hotel, em Sidney, é o primeiro hotel da cidade a trocar todos os cartões-chave de plástico por novos cartões de madeira. A substituição acontece junto com a iniciativa de oferecer para os hóspedes a Just Water, que em 2018 recebeu o selo global de “Melhor Solução em Embalagem”, o que vai reduzir em 360 mil o número de garrafinhas plásticas descartadas na natureza. Outras recentes mudanças sustentáveis adotadas pelo Shangri-La Sidney, foram a introdução da tecnologia de reciclagem limpa de resíduos de alimentos ORCA, que evitou o descarte de 39,73 toneladas de resíduos de hotéis em aterros nos últimos seis meses, e inibiu a emissão de 34,96 toneladas de gases de efeito estufa e 25,82 kg de gás metano na atmosfera.

Ao todo, 52 mil chaves feitas em plástico de hotéis vão para o lixo – e consequentemente para o meio ambiente – todos os anos. Os novos cartões-chave feitos em madeira são originários de florestas bem administradas, abundantes, colhidas legalmente e sustentáveis, com uma taxa de crescimento de remoção de 2,4 para 1. Feitos de madeira e bambu, os cartões-chave incorporam um chip RFID, gravado a laser, com logotipo e instruções leves e duráveis.

A caixa da Just Water é 100% reciclável, fabricada com 82% de embalagens renováveis. O acondicionamento da embalagem é de plástico à base de plantas e a tampa é feita principalmente de cana-de-açúcar e 54% de papel de árvores colhidas com responsabilidade que contribuem para 74% menos emissões nocivas em comparação com as garrafas de plástico comuns. 100% do conteúdo das caixinhas é de água de nascente com conteúdo mineral e pH natural de Cottonwood Springs, localizado na base do Monte Warrenheip, Victoria.

"Nosso hotel é um empreendimento que procura sempre testar e incorporar iniciativas ambientais emergentes que usam mais recursos renováveis e menos papel, plástico e combustíveis fósseis", disse Philippe Kronberg, gerente geral do Shangri-La Hotel, Sydney. "Estou muito satisfeito em informar que o feedback de nossos clientes é inteiramente positivo, já que os visitantes postam nas mídias sociais as duas novas iniciativas ambientais que apoiam um mundo eticamente mais verde", conclui.