Empreendimento adota procedimento intensivo de desinfecção nas suas instalações

Visando enfrentar a pandemia da Covid-19, o H Niterói Hotel, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, adotou medidas de intensificação dos padrões de higiene para proteção de seus funcionários e clientes. Além das práticas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o hotel terceirizou os serviços de uma empresa que, através de uma máquina, aplica nas instalações do hotel um produto desinfectante que elimina 19 espécies de vírus, dente eles o Covid-19 (Novo Coronavírus).

O produto, que é à base de quaternário de amônia, peróxido de hidrogênio e álcool 70%, possibilita a reutilização do ambiente em poucos minutos após a execução, não deixando odor residual e ficando exposto durante 72 horas. Após esse período, se faz necessário despejá-lo novamente nas dependências do local. A medida visa impedir que o novo coronavírus se dissemine pelo hotel.

Rodrigo Alvite, CEO do H Niterói Hotel, explica que o produto será passado a cada três dias em diversos setores do hotel, como nas áreas de serviço, cozinha, refeitórios, vestiários, lavanderia, padaria, almoxarifado e estoque, além da parte que contempla os hóspedes - como no lobby da recepção, porta de entrada, restaurante e nos corredores de todos os andares de apartamentos.

"Avaliamos que com esse procedimento iremos reduzir drasticamente a possibilidade de contágio no hotel. Estamos instalando, também, os acrílicos de visores na recepção para que os hospedes não tenham contato direto com os recepcionista", explica.

Segundo Alvite, as equipes do H Niterói Hotel receberam treinamento especializado e, assim, fazendo uso de macacões e equipamentos de proteção, irão aplicar o produto nos apartamentos através de borrifadores.

"São mudanças e alterações muito significativas que jamais imaginamos que fossem necessárias, mas que estamos nos modelando de acordo com a necessidade", pontua.

Rigor na higienização

O H Niterói Hotel vem realizando, também, continuamente outras ações de higienização a fim de proteger seus colaboradores e hóspedes, a exemplo de mudanças no serviço de café da manhã, que deixou de ser servido em buffet e passou a ser disposto em pratos, evitando assim a contaminação da comida do buffet; um maior distanciamento entre as mesas de refeição; fechamento das áreas de piscina e academia; limpeza dos quartos, com as camareiras utilizando luvas descartáveis; o uso de um par de luvas para cada quarto arrumado; além da redução e revezamento da equipe de trabalho, evitando aglomerações.

Siga-nos