De acordo com uma pesquisa* realizada pela Booking.com, ter Wi-Fi gratuito na acomodação é importante para 80% dos viajantes brasileiros. Essa tendência se justifica com o aumento do uso da tecnologia em viagens, como, por exemplo, tirar fotos para redes sociais, conferir avaliações on-line de restaurantes ou ouvir uma boa playlist de férias. Pensando nisso, a Booking.com selecionou seis hotéis pelo mundo que oferecem alta tecnologia para inspirar os viajantes tecnológicos contemporâneos a planejarem suas futuras viagens, quando for possível e seguro explorar o mundo novamente.

citizenM Amsterdam – Amsterdã, Países Baixos

 

Esta acomodação, que exala tecnologia, faz parte de uma rede de hotéis boutique com preços acessíveis, presente em Nova York (EUA), Londres (Inglaterra), Glasgow (Escócia), Amsterdã (Holanda), Paris (França) e Taipei (Taiwan). Logo na chegada, os viajantes são recebidos por computadores de auto-check-in. Além disso, todos os quartos são equipados com o MoonPad, um tablet que permite aos hóspedes controlar as persianas e cortinas, ajustar a temperatura e a iluminação – que pode até ser colorida – e configurar um despertador aprimorado. O MoonPad também oferece informações sobre o hotel e funciona como um dispositivo de entretenimento.

Virgin Hotels – Chicago, EUA

 

Este despojado hotel em uma das cidades mais modernas dos Estados Unidos tem muita tecnologia em seus serviços. Com o aplicativo do Virgin Hotels, que leva o nome de Lucy, o hóspede pode fazer qualquer tipo de solicitação sem precisar falar com alguém. Esse dispositivo também realiza check-in e check-out, permite personalizar o frigobar, ajustar a temperatura do quarto e conversar com outros hóspedes do hotel. Além disso, um carro altamente tecnológico e moderno, próprio do hotel, pode levar os viajantes em qualquer lugar dentro de um raio de 3,5 km, para explorar a cidade.

W Singapore - Sentosa Cove – Singapura, Singapura

 

Essa rede de hotéis é bastante conhecida pela elegância de suas unidades pelo mundo, e o W Hotel Sentosa Cove em Singapura não seria exceção. O hotel oferece amenidades de alta tecnologia como alto-falantes subaquáticos na piscina e, caso o hóspede goste de festas, a Suíte WOW vem com sua própria mesa de DJ particular. Outra amenidade tecnológica é a possibilidade de abrir o quarto com o próprio smartphone e os hóspedes podem ainda aproveitar o uso gratuito de um smartphone fornecido pelo hotel, com Wi-Fi e chamadas locais ilimitados.

The Peninsula Tokyo, – Tóquio, Japão

 

Claro que em uma lista de hotéis tecnológicos não poderia faltar uma acomodação em uma cidade tão tecnologicamente avançada como Tóquio. No hotel The Peninsula, todos os quartos contam com rádio on-line ilimitado com mais de 3.000 estações, televisão grande de tela plana, iluminação personalizável do ambiente e ainda um secador de unhas. O viajante tem ainda a oportunidade de explorar a cidade em carros de última geração, que estão à espera dos hóspedes ao lado de fora.

Loews Hotel 1000 – Seattle, EUA

 

No Hotel 1000, os hóspedes têm muito conforto e privacidade nos quartos, já que todos estão equipados com sensores de detecção de calor, que alertam as equipes de limpeza caso esteja ocupado. Além disso, é possível escolher a temperatura do ambiente e até a arte e a música que desejam, tudo isso a partir de uma tecnologia inteligente. Para os amantes de golfe, existe um clube virtual onde é possível jogar com tacos e bolas reais em um dos 50 melhores campos de golfe do mundo.

Eccleston Square Hotel – Londres, Reino Unido

 

Este hotel boutique em Londres é um dos hotéis mais tecnologicamente avançados do mundo. Quase tudo nos quartos é controlado por teclados sensíveis, desde a música e iluminação, até as paredes do chuveiro que passam de transparentes para foscas apenas com o toque de um botão. Os hóspedes têm ainda todo o conforto para descansar e relaxar durante a estadia, pois todos os quartos são equipados com camas suecas, feitas a mão e ajustáveis.

*Pesquisa encomendada pela Booking.com e conduzida de forma independente entre uma amostra de 47.728 entrevistados em 28 países, por meio de questionário online, em novembro de 2020.

Siga-nos