Associação promoveu discussão sobre comércio eletrônico e agenciamento de viagens Na última segunda-feira, associados da Abav-SP (Associação Brasileira de Agentes de Viagens de São PauloP) participaram do segundo Fórum Executivo do ano. Ligia Dutra, professora da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), criadora do Bate-papo sobre e-Commerce e fundadora da rede Upa Lupa, falou sobre como o comércio eletrônico e as redes sociais podem ajudar o profissional do turismo.

William Périco, presidente da entidade, considera esse tema de extrema importância. “Hoje pudemos mostrar aos profissionais que eventualmente ainda trabalham de forma mais tradicional ideias novas para que possam migrar para um estilo de vendas mais atual e dinâmico”, afirma.

De forma descontraída e envolvente, Lígia explicou pontos cruciais sobre o comércio eletrônico. Para Marcelo Matera, diretor da ABC Turismo, a palestrante mostrou que a era digital é bem mais fácil de ser compreendida do que se pode supor. “Aqui tive acesso a muitas informações, todas novas para mim, e vi que não se trata de nenhum bicho de sete cabeças. Contudo, como foi explicado, é importante que todo o conceito da empresa seja online”. Esse foi o ponto que mais chamou a atenção também de outros associados. Ligia enfatizou que não adianta querer implantar ferramentas online, como o e-commerce, sem que toda a gestão da agência também esteja voltada nesta direção.

Raquel Patti, coordenadora de cursos da Abav-SP, explica que o objetivo das discussões promovidas no Fórum Executivo é favorecer a interação e troca de experiências entre os associados. “Estimulamos que os participantes abram a mente para novas realidades. Isso é possível porque o evento é moldado de acordo com as necessidades do profissional, pois o empresário e diretor de agência, tem expectativas específicas de sugestões práticas e simples para ampliar seu resultado”, especifica. Quem corrobora com a ideia é Aríudo Marteletto, diretor da Sólida Viagens, que participou do evento desta manhã. “Não deixo de vir nunca. Não tem preço essa troca de informações. Gosto deste conceito de troca de experiências, bom para nós e nossos clientes”, comemora.

Siga-nos