Entidade participou da feira, promovida pela Anato A Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens) fechou acordo com as principais entidades turísticas dos países da América Latina – Argentina, Chile, Espanha, Peru, Equador, Uruguai e El Salvador – durante a 31ª edição da Vitrine Turística, feira de turismo promovida pela Anato (Associação Colombiana de Agências de Viagens). Durante o encontro, foram abordadas questões de interesse geral das associações presentes e discutidas novas formas de agilizar diálogos e acordos procurados pelo setor.

“Que este seja um meio importante para consolidarmos o segmento de agências de viagens como canal primário para a promoção, venda e consultoria dos produtos, serviços e destinos oferecidos aos atuais e virtuais consumidores”, deseja o presidente da Abav Nacional, Antonio Azevedo. A Abav será a entidade anfitriã do próximo encontro das lideranças da América Latina. “Estamos iniciando os preparativos para a próxima reunião, que pretendemos realizar antes mesmo da 40ª edição da Abav – A Feira de Turismo das Américas”, complementa o presidente da entidade brasileira.

Para conseguir o que pretendem, as entidades buscam alinhar estratégias em âmbito continental, incluindo divulgar as suas respectivas Feiras e Congressos, além de compartilharem informações sobre financiamentos, revisão da legislação, direitos do consumidor, entre outros temas de interesse comum. As associações representativas das agências de viagens na América Latina também trabalham em conjunto para debater formas de potencializar e fortalecer esse papel de cooperação, diante de seus membros e da opinião pública. Além disso, os dirigentes passam a trocar informações sobre a necessidade de legitimar o canal da comercialização, criar campanhas publicitárias e estabelecer definições sobre concorrência antiética e regulamentação de tarifas.

Como parte fundamental do início dessa união entre as associações latinas, serão realizadas duas reuniões anuais para apresentação dos projetos vigentes. “Com esta ação pretendemos construir um futuro mais sólido para o setor de cada um dos países, já que o mercado nos tem dado oportunidades muito importantes, que devemos desenvolver em benefícios da economia da América Latina e aproveitar o bom momento que estamos passando”, concorda a presidente da Anato, Paula Cortés Calle.

Siga-nos